Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flamengo bate Duque de Caxias após susto com Felipe

Vágner Love e Ronaldinho marcam e Flamengo vence por 2 a 1. Goleiro Felipe se machuca e deixa o campo de âmbulância

O Flamengo venceu o Duque de Caxias, por 2 a 1, em Macaé, pela segunda rodada da Taça Rio, em jogo marcado pelo susto que o goleiro Felipe sofreu, após se chocar com um jogador adversário. O goleiro ficou inconsciente e teve de deixar o campo de ambulância. Vágner Love e Ronaldinho Gaúcho marcaram os gols da primeira vitória flamenguista no segundo turno. Com o resultado, o Flamengo subiu para o quarto lugar no Grupo A.

O lance mais chocante da partida aconteceu aos 19 minutos de jogo. O goleiro Felipe saiu para abafar o ataque adversário e foi atingido na cabeça pelo joelho do adversário Gilcimar. O goleiro ficou inconsciente por alguns minutos. Ele saiu de campo numa ambulância e seguiu direto para uma clínica na cidade. Foi submetido a uma tomografia e, uma hora depois, os médicos do Flamengo disseram que ele não sofrerá nada grave.

Após a estreia ruim na Taça Rio, quando perdeu para o Boavista, a impressão inicial era que o Flamengo venceria com facilidade o Duque de Caxias. O gol de Vagner Love no início, ao concluir passe de Deivid, deixou eufóricos os torcedores, mas o time se acomodou e ficou mais uma vez muito dependente de Ronaldinho Gaúcho. Em outra jornada sem inspiração, o meia errou passes e se atrapalhou com a bola algumas vezes.

O primeiro tempo se arrastou depois da contusão de Felipe. Havia preocupação dos dois lados sobre o estado do goleiro. Gilcimar acusou a tensão ao perguntar para reservas do Flamengo se tinham alguma informação da clínica.

Leia também:

Botafogo vence Volta Redonda e segue 100% na Taça Rio

No segundo tempo, o Flamengo atuou de forma apática e permitiu o empate do Duque, que surgiu numa cobrança de falta de Rodrigues. Ele contou com a colaboração do goleiro Paulo Victor, o substituto de Felipe. Para complicar, o meia Bottinelli, que havia entrado no lugar de Galhardo, foi expulso ao dar carrinho por trás no lateral Arílson.

Com dez em campo, o Flamengo só voltou a dar trabalho ao goleiro Fernando somente aos 34. Ronaldinho cobrou falta, a bola desviou na barreira e Fernado fez a defesa.

Mas ao contrário do jogo do meio de semana, quando o Flamengo saiu na frente e tomou a virada diante do Boavista, a sorte desta vez estava com os comandados de Joel Santana. Aos 35, Vagner Love foi segurado na área antes da cobrança de um escanteio e o árbitro apontou para a marca do pênalti. Dois minutos depois, Ronaldinho cobrou e selou o placar: 2 a 1.

O Caxias ainda teve uma chance de empatar aos 41 em nova cobrança de falta de Rodrigues, mas desta feita Paulo Victor fez a defesa.

FICHA TÉCNICA:

DUQUE DE CAXIAS 1 X 2 FLAMENGO

DUQUE DE CAXIAS – Fernando; Arílson, Paulão, Jorge Felipe e Rodrigues; Romário, Juninho, Watthimen (Rafinha) e Gilcimar (Danilo Rios); Raphael Augusto (Laio) e Jeffinho. Técnico – Mário Marques.

FLAMENGO – Felipe (Paulo Victor); Galhardo (Bottinelli), González, David Braz e Júnior César; Muralha, Luiz Antônio, Camacho e Ronaldinho Gaúcho; Vagner Love e Deivid (Negueba). Técnico – Joel Santana.

GOLS – Vagner Love, aos 11 minutos do primeiro tempo. Rodrigues, aos 15, e Ronaldinho Gaúcho, aos 35 do segundo.

ÁRBITRO – Péricles Bassols (Fifa).

CARTÕES AMARELOS – González, Rafinha, Muralha, Jorge Felipe, Romário.

CARTÃO VERMELHO – Bottinelli.

RENDA – R$ 84.480,00.

PÚBLICO – 5.596 pagantes.

LOCAL – Estádio Claudio Moacir, em Macaé.

(Com Agência Estado e Gazeta Press)