Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ferrari está cada vez mais perto de participar da Fórmula E

Sergio Marchionne, presidente da escuderia, disse que presença na categoria de carros movidos à energia elétrica será "indispensável"

Sergio Marchionne, presidente da Ferrari e CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), afirmou nesta sexta-feira que a presença da escuderia na Fórmula E, categoria do automobilismo com carros movidos a energia elétrica, se tornará “indispensável” no futuro.

 

“Nós temos a necessidade de nos envolver na Fórmula E porque o elétrico por via híbrida está para se tornar parte do nosso futuro”, disse em entrevista à revista Auto, da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Os motores híbridos (com auxílio de unidades elétricas) estão na Fórmula 1 desde 2014.

A escuderia italiana está desde o início das competições da Fórmula 1, mas não embarcou no início do campeonato da F-E, que começou a ser disputado também em 2014. Entre algumas das marcas que já atuam no campeonato, estão a Audi, a Jaguar e a Renault. Lucas Di Grassi e Nelsinho Piquet são os pilotos brasileiros no torneio.