Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em Lins, Tricolor mira melhor campanha do Paulista e de sua história

A confirmação da liderança do Campeonato Paulista não é o único objetivo do São Paulo na última rodada da primeira fase, neste domingo. Diante do Linense, às 16 horas (de Brasília), os comandados de Emerson Leão podem chegar à 12vitória consecutiva na temporada, marca jamais atingida na história do clube.

O Tricolor celebrou 11 triunfos seguidos somente em outras duas oportunidades: em 1943, quando o time de Leônidas da Silva foi campeão paulista, e em 1982, na campanha do vice-campeonato estadual da equipe de Serginho Chulapa. O nome da vez, agora, é o conjunto.

‘Já igualamos , não é verdade? Quando falo nós, me refiro a todos que entederam que isso era importante. Não é vitória individual, é conquista coletiva. Vamos para um jogo super decisivo, para bater o recorde, mas não peço que batam nada, apenas que consigam a vitória com mérito’, discursou Leão, que tem cumprido com sucesso a missão de espantar o comodismo e a falta de ambição detectadas pela diretoria em 2011.

A primeira meta está próxima de ser alcançada: com os mesmos 43 pontos do Corinthians, o São Paulo precisa vencer e manter a vantagem no saldo de gols (22 a 16) para ficar na ponta. Em caso de tropeço, terá de torcer para que os alvinegros esbarrem na Ponte Preta, em Campinas.

Mas o time do Morumbi nem pensa em vacilar e, para isso, aposta no comando de Luis Fabiano dentro das quatro linhas. Principal líder do grupo na ausência do operado Rogério Ceni, o camisa 9 sofre constantemente com lesões musculares e só jogou nove das 21 partidas da temporada – seis na atual série vitoriosa -, mas é respeitado pelos colegas por causa da experiência e dos números: foram nove gols no ano, oito em meio aos triunfos consecutivos.

‘Temos consciência da importância da vitória, não só pelo recorde e por ficar gravado na história, mas pela primeira colocação no Paulista, que não dá uma grande vantagem, mas dá moral e confiança’, disse o Fabuloso, que foi poupado do treino de sexta-feira para ser escalado mesmo sob o risco de receber o terceiro cartão amarelo e ficar fora das quartas de final.

Fernandinho levou uma pancada na coxa direita na vitória por 5 a 2 sobre o Bahia de Feira e está vetado. Outros desfalques certos são os meio-campistas Cícero e Casemiro, suspensos. Titular, o primeiro terá Rodrigo Caio ou Maicon em seu lugar, já que Fabrício continua machucado.

Do outro lado, embora já sem pretensões, o Linense promete dar trabalho ao líder para encerrar com chave de ouro sua participação no Estadual, que já rendeu comemorações pela permanência na Série A-1. ‘Ao contrário do que alguns pensam, estamos focados no sentido de buscarmos resultado positivo em casa, contra mais um grande’, avisou o goleiro Douglas.

O técnico Pintado, que passou pelo São Paulo na gloriosa década de 1990 e mesmo assim não conseguiu atingir 12 vitórias seguidas, não tem nenhum problema para escalar sua equipe. Os destaques ficam por conta do zagueiro Fabão, de 2,01m, e do meia Lenílson, outro que tem uma passagem pelo clube do Morumbi em sua carreira, inclusive com o título brasileiro de 2006.

FICHA TÉCNICA

LINENSE X SÃO PAULO

Local: Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP)

Data: 15 de abril de 2012, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Luis Vanderlei Martinucho

Assistentes: Carlos Alberto Funari e Renata Ruel Xavier de Brito

Assistentes Adicionais: Fabio de Jesus Volpato Mendes e Regildenia de Holanda Moura

LINENSE: Douglas; Marcelo, Fabão, Bruno Quadros e Fábio Lima; Makelele, Elias, Éder, João Henrique; Lenilson e Chimba

Técnico: Pintado

SÃO PAULO: Denis; Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Rodrigo Caio, Denilson, Maicon e Jadson; Lucas e Luis Fabiano

Técnico: Emerson Leão