Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em duelo de gigantes, Itália e Alemanha duelam por vaga na final da Eurocopa

Varsóvia (Polônia), 27 jun (EFE).- Itália e Alemanha, duas das maiores campeãs do futebol mundial, se enfrentam nesta quinta-feira pelas semifinais da Eurocopa, no estádio Nacional de Varsóvia, na Polônia, às 15h45 (horário de Brasília), em mais uma passo para acrescentar um grande troféu as suas coleções.

De um lado, a Itália, que tenta sua reafirmação após o vexame dado na Copa do Mundo de 2010, quando foi eliminada na primeira fase da competição que era sua defesa de título. Neste ano, o futebol do país viveu em mais um esquema de apostas e manipulações de resultados.

A ‘Azurra’ tem a vantagem em confrontos decisivos, pois eliminou a seleção alemã nas semifinais das Copas de 1970 e 2006, e conta com o bom retrospecto para poder intimidar ainda mais os alemães.

Os italianos contam com a força da camisa e com a qualidade do craque Andrea Pirlo, comandante da seleção na Euro e que ajudou a equipe a se classificar diante da Inglaterra cobrando um dos pênaltis decisivos com uma audaciosa ‘cavadinha’.

Outro jogador que pode ser muito importante é o goleiro Gianluigi Buffon, que defendeu a cobrança de Ashley Cole no fim de semana passado, e vendo sendo fundamental na boa campanha da seleção até aqui.

A equipe italiana tem três dúvidas: O zagueiro Giorgio Chiellini, que está se recuperando de uma lesão na coxa; o lateral Ignazio Abate, lesionado no mesmo local, e o volante Daniele De Rossi, com dores na perna esquerda. Desses, o defensor da Juventus é o que tem mais chances de entrar em campo diante dos alemães. O único desfalque certo é do lateral Maggio, que terá de cumprir suspensão automática.

Pela Alemanha, o técnico Joachim Low deixa todos com a expectativa para saber qual o trio de ataque de sua seleção, já que nas quartas de final surpreendeu a todos escalando Miroslav Klose, Andre Schurlle e Marco Reus no lugar de Mario Gomez, Thomas Muller e Lucas Podolski.

No entanto, diferentemente da partida anterior, Low deve voltar com sua formação original, com o meio-campo sendo comandado por Bastian Schweinsteiger, praticamente confirmado para o duelo desta quinta.

A Alemanha até agora é a equipe que mostrou o melhor futebol da Euro, com um estilo de jogo rápido e baseado em contra-ataques mortais, além de ser uma equipe que gosta de manter a posse de bola.

A seleção alemã é a maior vencedora da Eurocopa, com três torneios conquistados até o momento, e tenta ampliar sua vantagem em relação aos espanhóis, única seleção que pode igualar sua quantidade de títulos, já que possui dois campeonatos europeus e a França, que também tem dois, já foi eliminada.

Prováveis escalações:.

Alemanha: Neuer; Boateng, Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira, Schweinsteiger, Müller e Özil; Podolski e Mario Gomez. Técnico: Joachim Low.

Itália: Buffon; Abate, Bonucci, (Barzagli) Chiellini e Balzaretti; Thiago Motta (De Rossi), Pirlo, Marchisio e Montolivo; Balotelli e Cassano. Técnico: Cesare Prandelli.

Arbitragem: Stéphane Lannoy (França), auxiliado por Frédéric Cano e Michaël Annonier.

Estádio: Nacional de Varsóvia, em Varsóvia (Polônia). EFE