Djokovic fala em pausa na carreira após derrota em Roland Garros

Eliminado com um "pneu" pelo austríaco Dominic Thiem, sérvio afirmou que repensará carreira

O sérvio Novak Djokovic admitiu nesta quarta-feira, após ser eliminado nas quartas de final de Roland Garros, ao perder para o austríaco Dominic Thiem, que pode fazer uma pausa na carreira. O número 2 do mundo foi derrotado com direito a ‘pneu’, por 3 sets a 0,  7/6 (5), 6/3 e 6/0.

“Não é uma decisão fácil. Tenho de ver como me sinto após este torneio e, depois, tomarei uma decisão.” Com a eliminação, Djokovic  deixará as duas primeiras posições do ranking pela primeira vez desde julho de 2011, pois será ultrapassado pelo espanhol Rafael Nadal. O suíço Stan Wawrinka, que avançou para a semifinal nesta quarta, também pode deixar o sérvio para trás.

Djokovic disse  que a temporada “não está sendo boa” e que pensa em formas para se recuperar. Ele isentou o americano Andre Agassi, seu atual técnico, de responsabilidade nos resultados em Roland Garros. “Ele não tem nada a ver com isso. Perdi o terceiro set desta maneira (por 6/0) por meus erros.”

O tenista confirmou que passou a ter maus momentos no esporte logo após o título de Roland Garros em 2016. “Eu me vi em uma situação desconhecida e era difícil avançar. Estou me esforçando para melhorar e encontrar meu melhor nível. A vontade de voltar ao topo junto com minha experiência me fazem crer que vou conseguir.”

(Com EFE)