Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Di Matteo se mostra otimista para final em Munique: ‘Podemos vencer’

Berlim, 18 mai (EFE).- À frente do Chelsea desde a saída do português André Villas-Boas e sem saber se continuará no cargo ao final da temporada, o técnico Roberto Di Matteo demonstrou nesta sexta-feira confiança em conquistar o título da Liga dos Campeões neste sábado, na final contra o Bayern de Munique.

‘Acho que nossos jogadores têm as virtudes necessárias para vencer este jogo. Não sei o que o futuro nos reserva, mas podemos vencer e temos que ter confiança e acreditar que podemos fazer isso’, disse o técnico italiano.

Di Matteo também se mostrou esperançoso em poder contar com os zagueiros Gary Cahill e David Luiz, após lesões que deixaram ambos fora dos gramados por quatro semanas. Sem os dois, o técnico dos ‘Blues’ subiu dois atletas da base, Nathaniel Chalobah e Kane Todd.

O meia francês Florent Malouda, outro que estava com problemas físicos, treinou nesta sexta-feira com a equipe e tem grandes chances de estar à disposição.

‘Esperarei até o último treino de hoje (sexta-feira) para ver e avaliar todos os meus jogadores. Mais tarde, tomarei a decisão definitiva sobre a escalação do time’, afirmou.

Os ‘Blues’ terão o desfalque de jogadores importantes, como os zagueiros John Terry e Branislav Ivanovic, o meia brasileiro Ramires e o volante Raul Meireles.

‘Há jogadores suspensos nos dois lados, mas se conseguiram chegar à final é porque são duas excelentes equipes. O Bayern de Munique tem grandes jogadores e estamos conscientes de seus pontos fortes. Jogam em casa, o que poderia dar uma ligeira vantagem para eles, mas temos ótimos jogadores e as mesmas chances de vencer’, acrescentou o italiano, que elogiou o adversário, mas destacou a qualidade do elenco do Chelsea.

‘O Bayern está fazendo uma grande temporada, mas meus jogadores têm todas as qualidades que precisamos para vencer esta competição, qualidades que nos trouxeram até aqui. Sou muito positivo e estou muito confiante’, comentou.

Para o técnico italiano, o fato de jogar em casa na Allianz Arena representa uma vantagem para a equipe de Munique, mas não garante o título para os alemães.

‘Eles conhecem o ambiente, o campo, os vestiários. Mas nossos jogadores estão muito motivados, e isso será positivo. Tentaremos fazer o melhor para a partida deste sábado e precisamos vencer’, destacou. EFE