Desfalcado, Arsenal busca primeira vitória na Champions’

Após iniciar sua campanha no Grupo F desta Liga dos Campeões com um empate por 1 a 1 com o Borussia Dortmund, na Alemanha, o Arsenal busca seu primeiro triunfo na competição continental diante do Olympiacos, nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no Emirates Stadium.

Para conseguir isso, porém, o clube londrino terá que resolver o problema dos desfalques. Com problemas físicos, o zagueiro Koscielny, além dos atacantes Walcott e Gervinho estão fora do duelo com o time grego, devendo retornar aos Gunners no final desta semana.

O desfalque mais longo, porém, fica por conta de Jack Wilshere. O jovem meio-campista, com uma lesão no tornozelo, passou por cirurgia e deverá perder toda a fase de grupos da Liga dos Campeões. Apesar disso, o técnico Arsene Wenger considera que seu elenco é capacitado para cobrir o desfalque da revelação inglesa.

‘A lesão do Wilshere nos deixa com menos opções no meio de campo e coloca mais pressão em nossos jogadores, que terão que atuar mais vezes, já que teremos menos rodízio na posição. Mas isso não deve impactar nosso resultado final nesta temporada e não pode ser uma desculpa’, afirmou Wenger.

Após o bom resultado conquistado na Alemanha, no primeiro jogo das equipes na Liga dos Campeões, os Gunners planejam um triunfo em Londres para conseguir encaminhar a classificação à próxima fase do torneio.

‘Temos uma grande oportunidade de avançarmos para a próxima fase, e uma boa chance de vencer em casa após um bom resultado em Dortmund. Todos estão realmente focados, determinados e com ambição, porque é uma grande chance de irmos também no torneio europeu’, disse o meio-campista Mikel Arteta.

Pelo Olympiakos, a equipe busca se recuperar da derrota sofrida pelo Olympique de Marselha, na primeira rodada da Champions League. Sabendo que não são considerados favoritos para este jogo, a equipe grega busca surpreender, e talvez conseguir tirar pontos do Arsenal, em Londres.

Mas, para conseguir isso, o time não pensa nos desfalques que a equipe inglesa terá nesta partida. ‘Não importa se o Arsenal não terá um, dois, três, quatro ou cinco jogadores, continua sendo a mesma coisa para nós. Eles são um grande time, com várias opções para substituir os que não vão jogar’, afirmou o técnico do Olympiakos, Ernesto Valverde.Em casa, Marselha busca manter 100% ante o Borussia Dortmund

Também às 15h45 (de Brasília) desta quarta-feira, o Olimpique de Marselha busca esquecer o mau momento vivido no Campeonato Francês para seguir 100% na Liga dos Campeões. Se neste início de Nacional, o time comandado por Didier Deschamps está na modesta 13colocação, na Champions o time lidera a chave F. O Borussia, atual campeão da Bundesliga, tem um ponto na chave e busca um bom resultado na França para manter-se entre os líderes do grupo.