Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Derrota em casa coloca Argentina de Bauza em crise

Sem Messi, lesionado, seleção argentina perdeu para o Paraguai por 1 a 0 e caiu para a quinta colocação nas Eliminatórias. Próximo jogo é contra o Brasil

Enquanto a seleção brasileira curte uma recuperação empolgante nas Eliminatórias, sua principal rival Argentina segue em queda livre. Mesmo jogando em Córdoba, a equipe foi derrotada por 1 a 0 pelo Paraguai, na noite desta terça-feira, e caiu para a quinta colocação das Eliminatórias para a Copa de 2018. Sem Lionel Messi, machucado, o técnico Edgardo Bauza não conseguiu acertar seu ataque e já se vê pressionado após apenas quatro partidas no cargo. O próximo jogo é justamente contra o líder Brasil, no Mineirão, em 10 de novembro.

Em Córdoba, a Argentina foi surpreendida logo no início da partida com o gol de Derlis González, após passe do corintiano Angel Romero. A Argentina ainda teve a chance do empate em cobrança de pênalti, mas o chute de Sergio Aguero parou nas mãos de Justo Villar.

Bauza acumula uma vitória, dois empates e uma derrota e já se vê pressionado no país. Após a partida, o ex-treinador do São Paulo estava abatido na coletiva de imprensa. “Estamos golpeados, mas saio um pouco mais satisfeito com nosso segundo tempo. Em toda a minha vida tive que remar e vou seguir assim. Confio até a morte em meus jogadores, a dor do vestiário me dá a possibilidade de ir arrumando as coisas.”

“Patón” Bauza ainda tentou explicar por que seus atletas não saudaram a torcida após a partida – e criticou justamente os torcedores. “Não cumprimentaram a torcida porque estão doídos e se sentem em dívida com as pessoas que pensam que ter sido três vezes vice-campeão é um fracasso. Eu penso todo o contrário: ficaram em segundo porque fizeram grandes partidas.”

O atacante Aguero tentou encontrar forças. “É preciso dar a volta por cima desta situação. Jogamos mal e não há desculpas. Perdi o pênalti e precisamos levantar a cabeça rápido”, disse o atacante do Manchester City.

O resultado manteve a Argentina na quinta colocação, com 16 pontos – hoje disputaria a repescagem para o torneio na Rússia. O Paraguai, por sua vez, entrou de novo na briga, subindo para sexto, com 15 pontos. O técnico paraguaio, o ex-jogador Chiqui Arce, com passagens por Palmeiras e Grêmio, manteve a cautela. “Ainda não ganhamos nada, só os três pontos. Queremos nos colocar na zona de classificação. Estamos no caminho.”