Correção: Portuguesa empata e fica perto do acesso

Por AE

São Paulo – A nota enviada anteriormente estava sem a ficha técnica. Segue versão corrigida:

Segundo os matemáticos, com 63 pontos a Portuguesa poderá conquistar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. A primeira chance para atingir esta marca foi desperdiçada nesta terça-feira diante do Boa. Apesar da festa armada pela torcida, esqueceram de avisar o time mineiro, que com uma postura intimidadora, conquistou o empate por 1 a 1, em pleno estádio do Canindé, em São Paulo, na abertura da 30.ª rodada da Série B.

Com o resultado, a Portuguesa adiou o sonho de alcançar os 63 pontos por mais uma rodada. A Lusa chegou ao 13.° jogo sem derrota, com sete empates e seis vitórias, resultados que a deixam na liderança folgada, com 61 pontos. O Boa, por sua vez, desperdiçou a chance de encostar de vez no G-4, o grupo de acesso. Atingiu os 47 pontos, permanecendo na quinta colocação, a três pontos do Náutico, o quarto colocado.

Apesar de jogar contra o melhor ataque do futebol brasileiro, o Boa não se intimidou e foi para cima da Portuguesa logo no início do jogo. Aos cinco minutos, o atacante Moisés recebeu na intermediária, ajeitou e chutou forte. A bola foi morrer no ângulo do goleiro Weverton, que nada pode fazer para impedir o gol do time mineiro.

Após a pressão inicial, imposta pelo Boa, a Portuguesa conseguiu manter a posse de bola e dominar as principais ações de ataque. Mas somente aos 44 minutos o time paulista chegou ao empate. Após cobrança de escanteio, a bola ficou rondando a área do visitante e sobrou para o zagueiro Rogério chutar no alto e empatar.

No segundo tempo, o Boa repetiu a estratégia da primeira etapa e começou pressionando a Portuguesa, que ainda mostrava muita ansiedade. A situação da Lusa ficou ainda mais complicada aos cinco minutos, quando Ananias cometeu falta violenta e desnecessária no meio de campo e foi expulso. Ele recebeu o segundo cartão amarelo e depois o vermelho.

A Portuguesa, em princípio, recuou para garantir a sua defesa. Mesmo assim ficou a mercê de tomar um gol do Boa, que criou várias chances. Líder isolado na tabela de classificação, a Lusa se mostrou tímida em atacar, ameaçando o goleiro adversário apenas em chutes de longa distância. Por isso, ainda saiu lucrando com o empate.

Pela 31.ª rodada, a Portuguesa volta a campo na próxima terça contra o Vitória, às 20h30, novamente no estádio do Canindé. Simultaneamente, o Boa enfrenta o ABC, no estádio Frasqueirão, em Natal.

Ficha técnica

Portuguesa 1 x 1 Boa

Portuguesa – Weverton; Luís Ricardo, Rogério, Mateus e Marcelo Cordeiro; Guilherme, Boquita, Henrique (Ivo), Júnior Timbó (Raí); Ananias e Edno. Técnico: Jorginho.

Boa – Luiz Henrique; Olívio, Carciano, Thiago Carvalho e Marinho Donizete; Claudinei, Jean Cleber, Moisés (Maranhão) e Carlos Magno (Waldison); Ramon e Renato Xavier (Vinícius). Técnico: Nedo Xavier.

Gols – Moisés, aos 5, e Rogério, aos 44 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos – Boquita (Portuguesa); Carciano e Renato Xavier (Boa).

Cartão vermelho – Ananias (Portuguesa).

Árbitro – Antônio de Carvalho Schneider (RJ).

Renda – R$ 84.330,00.

Público – 5.522 pagantes.

Local – Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).S