Copa América 2015: James e Guerrero na rota da seleção

Torneio terá duelos entre Messi e Suárez (no Grupo B) e Neymar e Zúñiga (no Grupo C) logo na fase inicial. Time de Dunga pega Colômbia, Peru e Venezuela

“Não será a primeira vez que vamos enfrentar a Colômbia. Sempre é difícil, temos o maior respeito”, disse José Maria Marin, que foi ao sorteio

O craque brasileiro Neymar vai reencontrar seu algoz colombiano Camilo Zúñiga. Os artilheiros Lionel Messi e Luís Suárez, companheiros no Barcelona, estarão em lados opostos no clássico entre Argentina e Uruguai. E a seleção brasileira, que sofreu apenas um gol desde o fiasco na Copa do Mundo, testará sua defesa diante de jogadores perigosos como os colombianos James Rodríguez e Falcao Garcia e o peruano Paolo Guerrero. Como se vê, não faltarão atrações na Copa América de 2015, no Chile, cujos grupos foram sorteados na noite de segunda-feira, numa cerimônia realizada em Viña del Mar. O Brasil, cabeça-de-chave do Grupo C, enfrentará Colômbia, Peru e Venezuela na primeira fase, com jogos em Santiago e Temuco. Os anfitriões, que encabeçam o Grupo A, caíram numa chave apenas razoável, com México, Equador e Bolívia. Já no Grupo B, espera-se muita rivalidade nas partidas envolvendo Argentina, Uruguai e Paraguai – a zebra convidada Jamaica completa a chave.

Leia também:

Dunga acha que já pavimentou caminho para voltar ao topo

O sorteio foi conduzido por Sergio Jadue, presidente da Federação de Futebol do Chile, e contou com a participação dos ex-jogadores Ivan Zamorano, Figueroa, Leonardo Rodríguez e Gamarra. Em sua 44ª edição, a competição continental mais antiga do mundo (estreou em 1916, com vitória do Uruguai) acontece entre os dias 11 de junho e 4 de julho, com nove estádios em oito cidades (a capital Santiago terá dois palcos no torneio, os estádios da Universidad de Chile e do Colo-Colo). Os primeiros e segundos colocados de cada grupo passam às quartas de final. Os dois melhores terceiros colocados também avançam. A partir daí, as partidas são eliminatórias, levando às semifinais (em Santiago e Concepción) e à grande decisão (no Estádio Nacional, palco da conquista da Copa de 1962 pelo Brasil). O Brasil vai para a competição tentando apagar a imagem ruim deixada tanto no último Mundial como na edição passada da Copa América, quando caiu diante do Paraguai, nas quartas, numa decisão por pênaltis em que não anotou uma cobrança sequer.

O presidente da CBF, José Maria Marin, acompanhou o sorteio e disse que o grupo do Brasil tem adversários fortes. “Não será a primeira vez que vamos enfrentar a Colômbia. Sempre é difícil, temos o maior respeito”, disse o cartola, lembrando da partida de quartas da Copa (Brasil 2 a 1) e dos amistosos recentes (1 a 1, em 2012, e Brasil 1 a 0, em setembro último). O Brasil teve três técnicos diferentes em cada partida (Luiz Felipe Scolari, Mano Menezes e Dunga), mas a Colômbia foi treinada pelo argentino José Pekerman em todas elas. Ele também esteve no sorteio e disse que “enfrentar o Brasil é difícil em qualquer situação, seja na fase de grupos, seja no mata-mata”. Dunga foi representado por seu auxiliar Andrey Lopes, que revelou que uma das grandes preocupações da comissão é a falta de tempo de preparação. “A final da Liga dos Campeões será no dia 6 de junho”, lembrou, temendo que times com atletas da seleção, como Barcelona (Neymar), Chelsea (Oscar e Willian) ou PSG (David Luiz, Thiago Silva e Marquinhos), estejam na decisão.

Copa América Chile 2015: os jogos da primeira fase

Grupo A Chile x Equador, 11 de junho, Estádio Nacional, Santiago

México x Bolívia, 12 de junho, Estádio Sausalito, Viña del Mar

Equador x Bolívia, 15 de junho, Estádio Chiledeportes, Valparaíso

Chile x México, 15 de junho, Estádio Nacional, Santiago

México x Equador, 19 de junho, Estádio El Teniente, Rancágua

Chile x Bolívia, 19 de junho, Estádio Nacional, Santiago Grupo B Uruguai x Jamaica, 13 de junho, Estádio Calvo y Bascuñán, Antofagasta

Argentina x Paraguai, 13 de junho, Estádio La Portada, La Serena

Paraguai x Jamaica, 16 de junho, Estádio Calvo y Bascuñán, Antofagasta

Argentina x Uruguai, 16 de junho, Estádio La Portada, La Serena

Uruguai x Paraguai, 20 de junho, Estádio La Portada, La Serena

Argentina x Jamaica, 20 de junho, Estádio Sausalito, Viña del Mar Grupo C Brasil x Peru, 14 de junho, Estádio Germán Becker, Temuco

Colômbia x Venezuela, 14 de junho, Estádio El Teniente, Rancágua

Brasil x Colômbia, 17 de junho, Estádio David Arellano, Santiago

Peru x Venezuela, 18 de junho, Estádio Chiledeportes, Valparaíso

Brasil x Venezuela, 21 de junho, Estádio David Arellano, Santiago

Colômbia x Peru, 21 de junho, Estádio Germán Becker, Temuco

(Com agências Gazeta Press, EFE e France-Presse)