Com quarteto ofensivo, Brasil enfrenta a Argentina nesta quarta

Mano Menezes confirmou Lucas, Neymar, Ronaldinho Gaúcho e Borges entre os titulares

O aproveitamento de 57,7% nas 15 primeiras partidas não é um bom retrospecto para Mano Menezes. O técnico terá outro desafio nesta quarta-feira, a partir das 21h50, no estádio Mangueirão, em Belém, contra a Argentina, no jogo decisivo do Super Clássico das Américas – pode ser o primeiro ‘título simbólico’ do treinador. Mano confirmou que o quarteto ofensivo formado por Lucas (São Paulo), Neymar (Santos), Ronaldinho Gaúcho (Flamengo) e Borges (Santos) será titular.

Como aconteceu na partida de ida em Córdoba, Mano Menezes pôde convocar apenas atletas que atuam no Brasil. E ainda assim tem alguns desfalques para a partida: Paulinho (Corinthians) e Leandro Damião (Internacional), titulares no primeiro confronto, foram cortados devido a lesões. Já o lateral Mário Fernandes (Grêmio) descartou a seleção alegando problemas particulares. Com uma formação ofensiva, Mano Menezes promoverá a estreia do lateral Bruno Cortês (Botafogo) e do volante Rômulo (Vasco), além de escalar Lucas (São Paulo) desde o início da partida. “É sempre bom jogar um clássico. Brasil e Argentina é um jogo que todo mundo quer participar”, disse o jogador do São Paulo. Outra estreia confirmada é a do atacante Borges (Santos), artilheiro do Campeonato Brasileiro com 19 gols, que ficou com a vaga que parecia ser de Fred (Fluminense). Perto de completar 31 anos, o jogador não esconde a empolgação para a partida. “Eu estou à disposição para ajudar de qualquer maneira. Cabe ao Mano definir o melhor para o time, eu estou feliz. Sei que o Fred é um grande jogador e tem várias convocações”. O Brasil começa a partida com Jefferson; Danilo, Dedé, Réver e Cortês; Ralf, Rômulo e Lucas; Neymar, Borges e Ronaldinho Gaúcho. (Com agência Gazeta Press)