Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com porta aberta para retornar, Cristian aciona Timão na Justiça

O volante Cristian, que sempre teve as portas abertas para voltar ao Corinthians, segundo o presidente Andrés Sanchez, acionou o clube na Justiça do Trabalho. Atualmente no Fenerbahce (Turquia), o jogador cobra diferença nos direitos de arena durante período em que vestiu a camisa alvinegra, de julho de 2008 até setembro do ano seguinte.

Segundo acordo firmado em 2001 – entre os clubes, as federações estaduais e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) – os atletas devem receber 5% do que o clube tem direito (por transmissão das partidas, placas de publicidade e utilização de marcas de patrocínio).

Para o Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp), esse valor se trata de um adiantamento, uma vez que está previsto no primeiro parágrafo do artigo 42 da Lei Pelé que o repasse aos atletas deve ser de ‘vinte por cento do preço total da autorização’.

Na audiência, marcada para outubro, departamento jurídico do Corinthians e o volante deverão necessariamente estar presentes. Como Cristian é um dos principais jogadores do clube turco e estará em temporada, é provável que ela seja adiada, mas ocorra ainda neste ano.

‘Pelo histórico recente de processos, tem havido decisões favoráveis para os dois lados. A gente vai juntar diversas decisões para mostrar que o atleta não tem razão, enquanto ele deverá mostrar outras para mostrar que ele tem direito’, diz Fernando Abrão, advogado do clube.

Além de Cristian, outros ex-corintianos acionaram o clube na Justiça anteriormente. O zagueiro Betão, um dos personagens do filme recém-lançado pelo Corinthians sobre o tetracampeonato brasileiro, foi um dos jogadores, assim como o seu ex-companheiro de defesa Marinho.