Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com dor suportável e joelho inchado, Cañete será operado na terça

Com menos de 45 minutos em campo pelo São Paulo em três meses no clube, Cañete lida com mais um agravante na recuperação de lesão no ligamento cruzado posterior do joelho direito. O local está inchado e o meia terá que esperar até terça-feira para ser operado.

A preocupação dos médicos é fazer a intervenção com menos inchaço, até para que seja possível localizar se há ainda outra contusão no local. É possível esperar porque o atleta só sente dores suportáveis e em movimentos específicos, não o tempo todo.

A cirurgia é apenas mais uma parte do calvário que atinge o argentino que custou US$ 3 milhões (cerca de R$ 5 milhões) ao Tricolor em julho e pouco esteve em campo. Depois da operação, se não for constatada nova lesão, o meia deve demorar mais seis meses para ter condições físicas de estar em campo.

Contratado por conta de sua atuação na Libertadores pelo Unversidad Católica, do Chile, Cañete chegou ao Morumbi recém-recuperado de lesão muscular. Estreou em 31 de agosto, na derrota para o Fluminense, e voltou a sentir o mesmo incômodo, ficando fora do time até o último domingo, no 0 a 0 contra o Vasco, quando machucou o joelho direito um minuto depois de entrar no jogo.

Na previsão mais otimista, o argentino ficará à disposição somente em abril, quando o São Paulo estará na disputa da parte final da primeira fase do Campeonato Paulista e, se tiver um início de ano dentro do esperado, chegando às etapas mais decisivas da Libertadores ou da Copa do Brasil.

Neste Brasileiro, o jogador, de 21 anos e vinculado ao Tricolor até 19 de julho de 2013, não poderá mais ajudar.