Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CBDA confirma 3 casos de doping, mas omite nomes

Por AE

Rio – A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) vai instituir um painel na próxima semana para discutir possíveis punições a três nadadores brasileiros flagrados no exame antidoping.

A entidade não confirmou os nomes nem as substâncias proibidas identificadas, mas os nomes de Glauber Silva (Minas Tênis Clube), com índice olímpico nos 100 metros borboleta, Flávia Delaroli (Pinheiros), que não conseguiu índice para os Jogos de Londres, e Pamela Souza (Corinthians), de apenas 16 anos, acabaram vazando para a imprensa.

O presidente da CBDA, Coaracy Nunes, confirmou que o painel será reunido na semana que vem, quando os nadadores apresentarão as suas defesas. Nunes não confirmou os nomes dos atletas.

No ano passado, quatro nadadores de ponta do País foram advertidos pelo uso de furosemida, um diurético proibido pela Agência Mundial Antidoping. Entre eles estava o campeão olímpico e mundial Cesar Cielo.

O caso gerou polêmica e foi levado à Corte Arbitral do Esporte (CAS), que confirmou a decisão da CBDA. Liberado, Cielo conquistou o ouro nos 50 metros borboleta e nos 50 metros livre no Mundial de Xangai.