Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil bate Alemanha por 3 a 1 e vence primeira em São Bernardo

Na noite desta sexta-feira, no primeiro jogo da segunda etapa do Grand Prix de vôlei feminino, a Seleção Brasileira derrotou a Alemanha por 3 sets a 1, com parciais de 18/25, 25/14, 25/18 e 26/24.

Com o triunfo, o Brasil ocupa a terceira posição da tabela de classificação do Grand Prix de vôlei feminino.

O Brasil faz parte do Grupo E da competição, juntamente com Alemanha, Estados Unidos e Itália. As norte-americanas, aliás, derrotaram a Itália por 3 sets a 0, também nesta sexta, com parciais de 27/25, 25/20 e 25/17.

Apesar da vitória, o técnico Zé Roberto ressaltou que muita coisa ainda precisa melhorar. ‘Faltou ritmo de jogo, jogar partidas difíceis. Acho que foi importante a Alemanha criar dificuldades para nós. Temos muita coisa a melhorar. Temos que dar oportunidade a todas as jogadoras para adquirir ritmo’, frisou o comandante.

A Seleção Brasileira volta ao ginásio Adib Moyses Dyb neste sábado, às 20h30, para enfrentar a seleção italiana. Os Estados Unidos entram em quadra um pouco mais cedo, às 18h30, para medir forças com a Alemanha.

O jogo – No início da partida, a Alemanha começou melhor e dificultou para a Seleção Brasileira. Logo na primeira parada técnica, as visitantes tinham vantagem de 8/5 no placar. Na volta, o Brasil foi buscar o empate em ataque de Sheilla, colocando 13/13 no marcador. No lance seguinte, a seleção alemã errou e deixou as brasileiras assumirem a liderança do placar (14/13).

Porém, o Brasil não contava com a eficiência do bloqueio das europeias e deixou as representantes da Alemanha novamente assumirem a liderança a abrirem vantagem de quatro pontos, com 18/14. Na reta final do primeiro set, a seleção visitante só administrou a vantagem e fechou a parcial com 25/18.

Com o triunfo no primeiro set, a Alemanha veio com moral e o começo da parcial foi o replay do primeiro, com a Alemanha logo fazendo 4/0. O Brasil acordou para o jogo e após um ace de Sheilla, as brasileiras diminuíram o prejuízo para 7/6. A oposto apareceu novamente com um bom serviço e colocou o Brasil à frente do marcador. A Seleção Brasileira começou a ganhar confiança e a impor o seu jogo.

No segundo tempo técnico do set, as mandantes já tinham folga de quatro pontos (16/12). Com os perigosos saques de Jaqueline, a vantagem subiu para seis pontos (19/13). O Brasil seguiu bem no set e não teve maiores problemas para fechar com 25/14 e empatar a partida em 1 a 1.

O terceiro set sem superioridade de nenhuma das equipes. A Seleção abriu vantagem de 8/7 na primeira parada. O saque da central Thaísa seguiu incomodando e o Brasil conseguiu colocar três unidades de folga (13/10). O técnico Zé Roberto Guimarães resolveu tirar Mari e colocar Paula Pequeno no jogo. Com ataque de Thaísa, as representantes nacionais fecharam a parcial em 25/18.

A Seleção começou melhor no set decisivo, mas a Alemanha foi buscar e empatou a partida (13/13). As alemãs foram para a primeira parada técnica com vantagem de 16/15. Entretanto, as brasileiras souberam controlar as emoções no final e fecharam o confronto com 26/24.