Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brandão marca na prorrogação e garante tricampeonato do Marseille

O atacante brasileiro Brandão foi o herói do título do Olympique Marseille na Copa da Liga da França, neste sábado. Em decisão disputada no Stade de France, em Saint-Denis, o clube do técnico Didier Deschamps derrotou o Lyon por 1 a 0, com o gol marcado na prorrogação.

Depois do empate sem gols no tempo normal, Brandão entrou no decorrer do tempo extra para marcar o único gol do jogo. Com o resultado, o Marseille conquistou a Copa pela terceira temporada seguida, já que também levantou o troféu de 2009/2010 e 2010/2011. O título salva a temporada do clube mais popular da França.

Nos minutos finais do confronto, os jogadores dos dois times chegaram a se desentender, pois o Lyon reclamou de uma suposta simulação do adversário em falta. Na confusão, o vice-campeão ainda perdeu Lovren, expulso.

O jogo:A decisão teve pouca emoção no primeiro tempo, com os goleiros dos dois times tendo pouco trabalho, já que os atacantes não conseguiram criar jogadas de perigo. Depois do intervalo, o Marseille voltou com mais ímpeto para buscar o ataque.

Assim, o Lyon precisou se fechar atrás para suportar a pressão. Aos 19 minutos, Amalfitano aproveitou livre cruzamento e mandou de cabeça, mas o goleiro Lloris espalmou. A bola ainda desviou na trave antes de sair.

Na resposta do outro lado, Källström bateu falta e acertou a barreira. Pouco depois, o brasileiro Michel Bastos deixou a partida para a entrada de Clément Grenier, no Lyon.

Porém, as equipes continuaram sem mexer no placar, e a partida foi para a prorrogação. No tempo extra, o técnico Didier Deschamps colocou o brasileiro Brandão na vaga de Rémy.

Aos 15 minutos do primeiro tempo da prorrogação, o Marseille balançou as redes. Cheyrou dominou entre os marcadores pela esquerda e fez o cruzamento para a entrada da pequena área, onde apareceu Brandão, que ganhou a disputa com Umtiti e chutou forte por entre as pernas de Lloris.

Em vez de recuar para proteger o placar, o Marseille ainda partiu em busca de mais um gol, levando perigo à meta do Lyon, que sentiu o revés e não conseguiu evitar a derrota.