Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após polêmicas, Ganso está perto de acertar renovação com o Santos

Após polêmicas envolvendo a sua situação contratual, o meia Paulo Henrique Ganso pode estar perto de, enfim, renovar o seu vínculo com o Santos. Detalhes do acordo já estão sendo costurados e, com as negociações bem encaminhadas, as duas partes estão otimistas em relação a um desfecho positivo desta vez..

‘Nós tivemos uma reunião semana retrasada e na semana passada também, com o Papito (irmão e empresário de Ganso), apresentando uma proposta no sentido da valorização do atleta. O assunto ainda está em aberto, mas tudo está evoluindo bem’, informou o vice-presidente santista, Odílio Rodrigues.

No acerto entre clube e jogador, o pensamento é que aconteça com o camisa 10 do Peixe um plano de carreira semelhante ao de Neymar. A cúpula alvinegra deve destinar uma equipe para cuidar dos compromissos extra-campo de Paulo Henrique Ganso, que irá receber um reajuste salarial e também irá ceder parte dos seus direitos de imagem – atualmente, o meia possui a totalidade desses direitos – ao time da Vila Belmiro.

Segundo Odílio, nestes termos, o ‘maestro santista’ irá atingir um patamar interessante em sua carreira. ‘As conversas têm sido muito positivas, porque ele vai e traz uma ideia, assim como nós também colocamos algo em discussão. O processo tem sido muito interessante e o Paulo tem demonstrado todo o seu carinho pelo Santos. Por isso, queremos construir esse novo contrato juntos: Ganso, Papito, Luis Álvaro (de Oliveira Ribeiro) e eu’, comentou o dirigente.

Um detalhe importante em outras negociações, que causou divergências com o grupo DIS, ausente das tratativas que têm sido mantidas no momento, é a manutenção do tempo de contrato atual, bem como do valor da multa rescisória do atleta para o exterior.

O staff de Ganso e a direção do Santos não pretendem alterar nenhum dos dois ítens. Desta forma, o meia receberia apenas o reajuste dos seus vencimentos mensais, que seria completado com receitas oriundas de futuros acordos publicitários, captados pelo clube. O seu vínculo continuaria válido até o final de fevereiro de 2015, com a multa rescisória para fora do país avaliada em 50 milhões de euros (aproximadamente R$ 129 milhões).

Atualmente, Paulo Henrique Ganso tem os seus direitos econômicos divididos da seguinte maneira: 55% do grupo DIS e 45% do Peixe.