Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após aclimatação, equipe de natação vai de ônibus a Guadalajara

A equipe brasileira da natação deixa nesta quarta-feira o centro de treinamento de La Loma, em San Luis Potosi, onde realizou período de aclimatação, e segue de ônibus para Guadalajara, onde disputa os Jogos Pan-americanos. Os brasileiros seguirão à sede do evento em dois ônibus, em uma viagem que deve demorar quatro horas.

‘Não há voo direto, por isso escolhemos ir por terra’, conta o técnico Alberto Silva, o Albertinho. ‘De avião, teríamos de ir até a Cidade do México para fazer a conexão para Guadalajara e a viagem levaria sete horas’, explicou.A principal estrela da delegação brasileira é Cesar Cielo, campeão olímpico e mundial e recordista mundial. Ele defende os títulos dos 50 m e 100 m do estilo livre, conquistados no Rio de Janeiro-2007, e integra também a equipe nacional nos 4×100 m livre e 4×100 m medley, ouro e prata, respectivamente, há quatro anos.

‘Quero defender os meus dois títulos, ajudar o Brasil a recuperar o ouro no revezamento 4×100 m medley e a manter o título no 4×100 m livre. Vamos torcer para eu conseguir o meu melhor tempo do ano nos 50 m livre’, disse Cielo, que tem como melhor marca do ano 21s52, obtido no Mundial de Xangai.

A equipe nacional também conta com jovens nadadores, que começam a despontar em competições internacionais, como Leonardo de Deus. O atleta, que em Guadalajara disputará seu primeiro Pan, chega como franco-atirador nas provas de 200 m borboleta, os 200 m costas e integra o time do revezamento 4×200 m livre, e pode contribuiu para o Brasil no quadro de medalhas.

‘O Mundial também serviu para desmistificar as grandes competições. Ele vai confiante para Guadalajara, afirmou Albertinho. Vamos ver como vai se sentir. Se fizer o que fez no Mundial é candidato a ganhar medalha nas duas provas, talvez brigar pelo ouro no borboleta e pelo pódio, talvez um segundo lugar, no costas’, complementou o treinador.