Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rodrigo Lombardi, o dono do posto de galã das 23h

Em conversa com o site de VEJA, o ator que dá vida a Herculano Quintanilha em 'O Astro' diz que a técnica substitui a química nas cenas picantes com Carolina Ferraz e que assiste à novela com a mulher

É clichê dizer que toda mulher para o que está fazendo para assistir à novela. Mas, quando se trata de uma trama protagonizada pelo ator Rodrigo Lombardi, o lugar-comum ganha jeito de espelho da realidade. No ar como o sedutor Herculano Quintanilha em O Astro, Lombardi tem conquistado um séquito cada vez maior de fãs, que suspiram apaixonadas a cada cena picante entre ele e Carolina Ferraz, intérprete de Amanda, a amante de Quintanilha no remake de Janete Clair.

O posto de galã das 23h, que pode se tornar a nova faixa de folhetins global, é ocupado com tranquilidade pelo ator — em outros tempos alguém melindrado com o título. “No começo, eu tinha um certo preconceito com essa palavra, me incomodava um pouco. Achava que o galã poderia esconder o ator. Agora, vejo que não é assim, posso ser galã e continuar sendo um bom ator”. Quanto ao calor das cenas rodadas com Carolina Ferraz, ele garante que nessa hora a técnica substitui a química e diz que vê as imagens ao lado da mulher, em casa.

Lombardi também explica a origem do poder de sedução de seu personagem. “O Herculano é envolvente, olha nos olhos, mas acho que o principal é que ele fala o que sente. É gostoso ouvir o quanto o outro está envolvido com nossos problemas, o quanto somos amados.”

Os encantos de príncipe de Herculano Quintanilha, porém, estão prestes a ser substituídos por desvios de caráter do personagem. O affaire de Amanda irá se envolver também com a secretária Nina (Juliana Paes), num triângulo amoroso, e ser investigado por corrupção após perder 2 milhões de reais num cassino.

Confirmado no elenco da próxima novela de Glória Perez, Rodrigo Lombardi guarda segredos sobre seu personagem. As espectadoras, porém, já fazem suas apostas: vem aí mais um homem com alto poder de sedução.

Carolina Ferraz (Amanda) e Rodrigo Lombardi (Herculano Quintanilha) em gravação de cena de amor de O Astro

Carolina Ferraz (Amanda) e Rodrigo Lombardi (Herculano Quintanilha) em gravação de cena de amor de O Astro (VEJA)

Pela complexidade de caráter do Herculano, ele é o personagem mais difícil da sua carreira até agora? Não, em termos de construção de personagem, o mais difícil foi o Tadeu de Pé na Jaca, principalmente porque ele tinha uma ingenuidade muito grande e lidava com problemas que eu mesmo já tive na vida. Então, eu tinha que resolver esses problemas no set para ter uma cena bem feita, senão faria somente uma cena ok, mas não aprenderia nada com ela.

Você acredita que é possível alguém ter poderes como os de Herculano? Sim, acredito que possamos ter premonições, um sexto sentido mais aguçado. Como quando você sente algo antes de acontecer e, depois, diz: eu sabia que isso ia ser assim.

Herculano sabe como tratar bem as mulheres. O que os homens poderiam aprender com ele? O Herculano é envolvente, olha nos olhos, mas acho que o principal é que ele fala o que sente. É gostoso ouvir o quanto o outro está envolvido, o quanto somos amados.

Por fazer parte de uma trama mais apimentada, como é para você atuar em cenas mais íntimas, como as que fez com Carolina Ferraz nos primeiros capítulos? Olha, o que as pessoas chamam de ‘quimica’ a gente chama de ‘técnica’. Imagine, eu e a Carol com 60 pessoas em volta e o diretor dizendo: ‘olha a luz’, ‘vai mais para a direita’, ‘tira o cabelo dela’…. A gente sabe o que mostrar e o que esconder para que o telespectador fique se contorcendo para tentar ver um pouquinho mais (risos). Então, todo mundo fala: ‘nossa que cena!’

Você assiste a O Astro com sua mulher à noite? Sim, por que não? (risos)

É inegável que você é considerado um galã da TV atualmente. O que significa ser um galã hoje em dia? E como era ser um galã na época em que O Astro foi ao ar pela primeira vez? No começo, eu tinha um certo preconceito com essa palavra, me incomodava um pouco. Eu achava que o galã poderia esconder o ator. Agora, vejo que não é assim, posso ser galã e continuar sendo um bom ator.

É verdade que você vai participar da próxima novela de Glória Perez? Sim.