Netanyahu ordena suspensão de pagamento de contribuição de Israel à Unesco

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu ordenou nesta quinta-feira a suspensão do pagamento da contribuição de Israel à Uneco, que chega a dois milhões de dólares por ano, em represália pela admissão da Palestina como membro da organização.

A informação foi divulgada em um comunicado oficial do governo.

A respeito da decisão de a Unesco aceitar a Palestina como membro da organização, o gabinete de Netanyahu considera que “iniciativas como esta não fazem avançar o processo de paz”, afirma o comunicado.

“O único caminho para alcançar a paz é através de negociações sem condições prévias”, acrescenta.