Morre o diretor Gabriel Axel, de ‘Festa de Babette’

Axel foi o primeiro cineasta dinamarquês a levar a estatueta de melhor filme estrangeiro

O diretor dinamarquês Gabriel Axel, vencedor do Oscar em 1988 por Festa de Babette, morreu aos 95 anos, informou nesta segunda-feira sua família. Axel foi o primeiro cineasta dinamarquês a levar a estatueta de melhor filme estrangeiro na premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Nascido em Aarhus em 1918, Axel cresceu em Paris, onde seu pai tinha uma fábrica de móveis. Mais tarde, ele retornou à Dinamarca para se formar como ator no Teatro Real e exerceu a profissão na França. Sua estreia como diretor de cinema aconteceu em 1955, com o filme Altid Ballade.

Axel trabalhou em cerca de vinte obras até 2001, quando lançou Leila, seu último filme. Seu maior sucesso foi Festa de Babette, uma adaptação do romance de mesmo nome da escritora Isak Dinesen.

(Com agência EFE)