Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Major Olímpio protesta contra ‘Malhação’ por cena com PM racista

Deputado protocolou uma representação na Procuradoria-Geral da República e no Ministério das Comunicações contra a Rede Globo

O deputado federal Major Olímpio (SD-SP) protocolou uma representação na Procuradoria-Geral da República e no Ministério das Comunicações contra a Rede Globo por causa de uma cena exibida na novela adolescente Malhação nesta terça-feira. A cena mostrava dois personagens da trama, adolescentes, sendo tratados de maneira racista por um policial militar.

Na sequência, Tina (Ana Hikari) e Anderson (Juan Paiva) são parados na rua por um grupo de policiais. Um deles trata os dois como “negão” e “japinha” e, ao ser chamado de “mano” por Anderson, ele diz ao rapaz: “Escuta aqui, não estou falando contigo, rapaz. E ‘mano’ é gente da tua cor”. Tina diz ao policial que ele está sendo racista e ele ameaça levar os dois adolescentes para a delegacia por desacato à autoridade.

“Protocolei representação, hoje, 31 de maio, junto ao Procurador-Geral da República contra o programa ‘Malhação da Rede Globo de televisão’, por apresentar cenas com artistas com fardas e viaturas similares à da PM paulista, praticando crimes de racismo e corrupção. Pedi providências legais para responsabilização da emissora e o direito de resposta!”, escreveu Major Olímpio em sua página no Facebook.

Em um vídeo, o deputado afirma: “São cenas em que aparecem artistas vestidos com o uniforme que são fac-símiles aos da Polícia Militar, bem como a viatura, induzindo a população (a pensar) que os policiais são criminosos, preconceituosos, em relação a raça, a cor, que são violentos e que são corruptos recebendo propina. Não pode acontecer isso. Fomos ao Ministério das Comunicações porque a Rede Globo tem concessão pública para operar como veículo de comunicação”.

No vídeo, Major Olímpio aparece ao lado do coronel Elias Miler da Silva, presidente da organização Defenda PM, que representa policiais militares de São Paulo. Silva afirma: “A Rede Globo é uma concessão federal, e que atua não só em âmbito nacional, como internacional, assim cabe ao Ministério Público mover uma ação civil e ao mesmo tempo pedir ao Ministério das Comunicações que a responsabilize administrativamente”.

Procurada, a assessoria de imprensa da Globo afirmou: “Não recebemos a representação citada, tomamos conhecimento apenas pela imprensa. A atual temporada de Malhação, chamada Viva a Diferença, se propõe exatamente a discutir as diferenças culturais, sociais, de opiniões, de raça, tão presentes no Brasil. A trama explora as dificuldades e as belezas da convivência de pessoas tão diferentes e fala sobre respeitar a opinião, a posição e a cultura do outro. A intenção é mostrar como a convivência entre diferentes tribos pode ser enriquecedora. Como uma obra de ficção, Malhação recria, livremente, situações que podem ocorrer na vida real, buscando apenas tecer o pano de fundo para suas histórias”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Nunes

    CLAUDECIR 01 jun 2017 – 09h57, seu comentário é tão pateticamente distanciado da realidade que chega a dar pena!

    Curtir