Homem processa mulher por mexer no celular durante ‘Guardiões 2’

Sessão de cinema foi pesadelo para um americano que quer ser restituído pelo encontro mal sucedido

Levar uma garota ao cinema se tornou um (exagerado) pesadelo para um homem de 37 anos de Austin, capital do Texas, nos Estados Unidos. Brandon Vezmar escolheu uma sessão de Guardiões da Galáxia Vol. 2 para um primeiro encontro, que segundo ele foi “infernal”, pois a moça usou o celular diversas vezes para escrever mensagens de texto durante a exibição do filme. Em vez de só lamentar o ocorrido entre amigos, Vezmar decidiu processar a acompanhante, pedindo de volta o valor do ingresso, de 17,31 dólares (cerca de 55 reais).

Ao jornal Statesman, o rapaz afirmou que a garota usou o telefone entre 10 e 20 vezes, até ele alertá-la do incômodo. Quando sugeriu que ela deveria sair da sala para usar o celular, a moça foi embora e deixou o homem sozinho, sem carona para voltar pra casa. Ele chegou a pedir para a ex-futura-possível-namorada um reembolso pelo ingresso, que, claro, ela se negou a pagar. No processo, ele afirma que a atitude da garota é uma “ameaça à sociedade civilizada”.

O caso chegou ao conhecimento do presidente da rede de cinemas The Alamo Drafthouse, que ofereceu pagar pelo reembolso do ingresso com o intuito de desafogar o judiciário americano de processos pequenos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Santos

    Ou quer aparecer, ou é doido mesmo.

    Curtir

  2. Eu não faria o que ele fez, já que ela mostrou que tipo de pessoa é e ele, certamente, está melhor sem alguém assim a seu lado.
    Mas o que me chama a atenção é que desde as reportagens sobre o assunto, até às reações do público, tratam o rapaz como um imbecil.
    Sendo assim, vamos fazer um exercício mental: uma mulher teve um encontro com um homem no cinema e ele não parava de mandar mensagens de texto. Ao ser interpelado por sua acompanhante, ele vai embora do cinema e deixa ela sem carona, que resolve, depois, entrar com uma ação indenizatória do valor do ingresso.
    Imaginem agora a reação das mulheres na rede.
    Imaginem um pouco mais.
    Pronto! Aposto que você conseguiu mentalmente imaginar as seguintes frases de apoio:
    1) onde estão os homens decentes;
    2) onde está o cavalheirismo?;
    3) onde já se viu abandonar a mulher no cinema?
    4) que grosseria usar o celular num encontro!
    5) não é pelo dinheiro, mas ele fez muito bem em entrar com a ação;
    6) só pensa nele. Machista!
    Entenderam?

    Curtir

  3. Oliver Kroos

    As feministas querem direitos iguais, mas falem para ela sobre deveres iguais… Aí elas te chamarão de ”machista misógino” e ainda te processa.

    Por esse caso da notícia que os States (ainda) é um país sério, e o Brasil uma piada de mau gosto…

    Curtir

  4. Ademir Oliveira

    mais um “brilhante” trabalho de marketing ejetado de algum banheiro público.

    Curtir