Festival de Cinema Ambiental de Washington exibirá ‘Lixo Extraordinário’

Washington, 13 mar (EFE).- A 20ª edição do Festival de Cinema Ambiental de Washington começou nesta terça-feira e nas próximas duas semanas serão exibidos 17 documentários da América Latina e da Espanha, entre eles o filme ‘Lixo Extraordinário’, além de outras cinco produções internacionais que abordam a realidade hispano-americana.

‘O cinema latino ainda não dá a atenção devida ao meio ambiente e segue fazendo muitos documentários com temas sociais, mas isso está mudando e o número de produções com essa abordagem está crescendo’, afirmou à Agência Efe Maribel Guevara, programadora da mostra latino-americano do Festival.

Por isso, o evento programou a exibição de 17 filmes produzidos no Brasil, Espanha, Argentina, Uruguai, Colômbia, Equador, Costa Rica, México, Belize e Guiana Francesa.

O Festival aproveitará a recente nomeação da britânica Lucy Walker ao Oscar de Melhor Documentário para realizar uma retrospectiva sobre a diretora, que inclui a projeção do filme ‘Lixo Extraordinário’, sobre o aterro sanitário de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Além de Lucy, dirigiram o documentário os brasileiros João Jardim e Karen Harley

Maribel considerou que o Festival de Cinema Ambiental de Washington se transformou nestes 20 anos numa referência mundial sobre documentários que tenham o meio ambiente como tema.

‘É uma cidade na qual temos uma grande facilidade para contar com especialistas ambientais de organizações internacionais, e isso nos permite depois das exibições refletirmos com eles’, afirmou Lucy.

A curadora acrescentou que o fato permitiu o festival crescer e não só entreter, mas também educar. O Festival de Cinema Ambiental irá até o dia 25 de março. Serão exibidos ao todo 180 produções audiovisuais sobre o meio ambiente. EFE