Preço e frete grátis influenciam decisão de compra online

Para aproveitar preços, 51% dos consumidores admitem ter feito compras em sites desconhecidos, revela pesquisa

Quais fatores mais influenciam na decisão de compra pela internet? Pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mapeou quais características motivam o consumidor que decide comprar pelo computador ou celular.

O principal fator influenciador é preço, citado por 60% dos entrevistados. Em segundo lugar, aparece o frete grátis, mencionado por 39%. A avaliação de outros consumidores também pesa na hora da decisão de comprar para 27%.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, é natural que o consumidor encare o preço de um produto como aspecto determinante para suas compras. “As pessoas tendem a selecionar, dentre as marcas que admira ou gosta, aquela que oferece a melhor relação entre custo e benefício. Ao lado disso, vale lembrar que há outros parâmetros que o consumidor também leva em conta, como a forma de pagamento, o atendimento, a reputação da loja ou as menções à marca em órgãos governamentais ou sites de reclamação”, afirma.

A maioria dos consumidores (97%) volta a comprar no mesmo site ou aplicativo. A experiência positiva é determinante para 52% dos consumidores, a confiança na loja/marca também (42%), nesse quesito o preço é outro fator importante – possuir os melhores preços foi citado por 37% dos entrevistados.

A SPC Brasil divide o processo de compra em quatro etapas: economia, planejamento, pesquisas e segurança. Confira abaixo:

Economia

No quesito economia, 51% dos entrevistados admitiram ter feito compras em sites desconhecidos para aproveitar uma promoção.

Outros 87% dos consumidores utilizam algum programa ou serviço online para economizar no dia-a-dia. Veja os principais serviços que podem trazer alívio para o bolso, segundo os entrevistados:

Serviço Quantos usam? (%)
Streaming de filmes 51%
Aplicativos para ligar para parentes e amigos 50%
Download de músicas 44%
Venda de produtos novos ou usados 44%
Compra de passagens e pacotes turísticos 31%
Download de jornais, revistas e ebooks 31%