IRPF: Mais de 8 mi ainda não entregaram declaração

A Receita prioriza a devolução da restituição para idosos, portadores de doenças graves e deficientes físicos

Mais de 8 milhões de contribuintes ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda deste ano para a Receita Federal. A expectativa é de que 28,3 milhões de contribuintes entreguem o documento.

Até as 11h desta quarta-feira, a Receita tinha contabilizado a entrega de 20 milhões de declarações de Imposto de Renda. O prazo se entrega às 23h59 de sexta-feira. Não haverá o sábado e domingo, como nos outros anos, para entregar a declaração.

Os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de 165,74 reais e máxima de 20% do imposto devido.

A Receita prioriza a devolução da restituição para idosos, portadores de doenças graves e deficientes físicos.

Quem enviou a declaração primeiro – e não caiu na malha fina – também recebe antes a restituição. Entre os motivos para cair na malha fina estão erros no preenchimento da declaração, inconsistência de dados e omissão de rendimentos do contribuinte ou dependente.