Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Risco de nova fissão nuclear em Fukushima

A operadora da central nuclear de Fukushima anunciou nesta quarta-feira que começou a injetar uma mistura de água e ácido bórico em um dos reatores, onde pode ter acontecido uma nova reação de fissão nuclear.

A Tokyo Electric Power (Tepco) informou que a área afetada é a do reator 2 da central de Fukushima Daiichi, gravemente afetada por um terremoto e un tsunami em 11 de março.

“Não podemos descartar a possibilidade de uma reação de fissão nuclear localizada”, declarou o porta-voz da Tepco, Hiroki Kawamata, antes de explicar que a injeção dos produtos é uma medida de precaução.

A fissão nuclear é o processo que acontece habitualmente nos reatores atômicos, mas de forma controlada, o que não é o caso de Fukushima.

A Tepco destacou que a temperatura e a pressão dentro do reator e o nível de radiações não sofreram grandes alterações.

Três dos seis reatores de Fukushima Daiichi foram danificados, assim como a piscina do quarto, após o corte da energia elétrica e a paralisação do sistema de refrigeração, acidentes provocados pela tragédia de 11 de março.