Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os 10 primeiros meses de 2014 são os mais quentes já registrados

Nesse período, a temperatura média nos oceanos e na terra foi de 10,3ºC, ultrapassando em 1,05ºC a média do século anterior

Os dez primeiros meses de 2014 foram os mais quentes do planeta desde que foram iniciados os registros de temperatura em 1880, informou nesta quinta-feira Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA). Além disso, o mês passado foi o outubro mais quente já registrado, com 0,74 grau Celsius acima da média do século 20, que é de 14 graus.

Para o período de janeiro a outubro de 2014, a temperatura média nos oceanos e na terra foi de 10,3 graus, ultrapassando assim em 1,05 grau a média do século anterior. “O aquecimento foi significativo em uma grande área do sul da América do Sul, nas regiões costeiras do oeste dos Estados Unidos, no Extremo Oriente russo, em partes do sul e sudeste da Ásia, no sul e no oeste da Austrália e em partes do sul da Europa”, disse o NOAA em comunicado.

Leia mais:

Agosto de 2014 foi o mais quente já registrado​

Ano de 2014 teve o mês de junho mais quente já registrado

Essas temperaturas mais elevadas deixaram o ar mais quente em todo o planeta. A temperatura global na superfície do mar foi de 16,51 graus Celsius em outubro, a mais alta para esse mês e o sexto aumento consecutivo mensal, informou a agência. “O aquecimento recorde foi observado em partes das principais bacias oceânicas. Quase todo o oceano Índico teve temperaturas quentes recordes ou mais quentes do que a média”, explicou.

Esses recordes de temperatura ocorreram sem a presença do El Niño, que é registrado, em média, a cada cinco a sete anos, exercendo uma forte influência no clima mundial. De acordo com o NOAA, há cerca de 60% de chance de o El Niño reaparecer neste verão.