Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homens preferem mulheres com características físicas semelhantes às suas

Pesquisa mostra que os homens preferem mulheres com traços parecidos aos seus. A razão disso, no entanto, ainda não está explicada

O que faz uma mulher ser bonita? Inúmeras pesquisas já foram realizadas para determinar que características fazem mulheres serem fisicamente atraentes. A maioria dos estudos tentava ligar a beleza física às taxas de hormônios e a características relacionadas à fertilidade, como a largura dos quadris e tamanho dos seios. No entanto, os pesquisadores têm tido dificuldade na hora de avaliar a preferência por outras características corporais, que pouco têm a ver com fertilidade, como cor dos olhos e cabelos. Agora, uma nova pesquisa publicada na revista PLOS ONE mostrou que os homens também são atraídos por mulheres que se parecem com eles.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Men’s Preference for Women’s Facial Features: Testing Homogamy and the Paternity Uncertainty Hypothesis

Onde foi divulgada: revista PLOS ONE

Quem fez: Jeanne Bovet e Julien Barthes

Instituição: Universidade de Montpellier (França)

Dados de amostragem: 345 homens, a quem eram apresentados os retratos de duas mulheres. Eles deveriam escolher a mais bonita.

Resultado: Depois que cada um dos voluntários realizou o teste 20 vezes, os pesquisadores descobriram uma tendência de os homens escolherem mulheres com características físicas semelhantes às suas, principalmente cor dos olhos, dos cabelos, grossura dos lábios e sobrancelhas e covinhas no queixo.

No estudo, os cientistas buscaram avaliar duas hipóteses evolutivas. A primeira é a homogamia, um fenômeno observado em várias espécies de animais que faz com que alguns indivíduos tenham a tendência em buscar parceiros que lhes sejam geneticamente próximos, ou, em outras palavras, que se pareçam com eles.

A segunda hipótese é a “incerteza de paternidade”. Os homens teriam uma tendência a preferir (inconscientemente, claro) traços recessivos nas mulheres, uma vez que isso facilitaria o reconhecimento de seus traços genéticos nos filhos do casal. Assim, um homem preferiria os olhos azuis ou os lábios finos, que são características recessivas em relação aos olhos marrons e aos lábios grossos.

Para estudar essas hipóteses, os pesquisadores pediram a 345 homens para escolher entre fotos de dois rostos femininos qual mais lhes atraíam. Os resultados mostraram que os homens escolhem geralmente os rostos com os quais eles compartilham alguns traços, principalmente cor dos olhos, dos cabelos, grossura dos lábios e sobrancelhas e a presença de covinhas no queixo.

Os pesquisadores também analisaram as fotos de casais reais, com pelo menos um filho, para determinar se estas preferências genéticas influenciam a escolha do parceiro. Os resultados mostraram, de novo, que os casais têm mais traços em comum do que dois indivíduos escolhidos ao acaso. Nada, porém, confirmou a hipótese da “incerteza de paternidade”.

A equipe agora pretende continuar estudando a importância da homogamia na escolha de um parceiro sexual, incluindo a hipótese de um casal geneticamente parecido gerar filhos com alguma vantagem evolutiva. Os pesquisadores também pretendem descobrir se o fenômeno é local, único ao Ocidente, ou se pode ser observado em outras culturas.

(Com Agência France-Presse)