Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como esconder o planeta de extraterrestres – cientistas já sabem a resposta

A emissão de lasers funcionaria como uma "capa de invisibilidade" no nosso planeta, evitando invasões extraterrestres

Dois cientistas da Universidade de Columbia, em Nova York, estão sugerindo que astrônomos utilizem lasers para “esconder” a Terra de alienígenas – e isso não é uma brincadeira. A pesquisa, publicada recentemente na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, sugere que para evitarmos que seres extraterrestres encontrem a Terra e dizimem os humanos, os terráqueos devem “enganá-los” emitindo uma luz que pode cegar aparelhos que busquem novos planetas.

Nos últimos anos, o telescópio Kepler, da Nasa, teve sucesso ao encontrar planetas em outras galáxias, descobrindo milhares deles. Quando o planeta está passando na frente de sua estrela mãe, esses telescópios conseguem captar uma redução na luminosidade daquele ponto específico, indicando que algum corpo está orbitando por ali.

A ideia da dupla de cientistas americanos, liderada por David Kipping, do departamento de astronomia da Universidade de Columbia, é cegar os telescópios extraterrestres que estejam buscando por nosso planeta. No momento em que a Terra passar pelo Sol, um laser seria ativado, emitindo uma luz que impediria que telescópios identificassem a redução de luminosidade. De acordo com eles, a emissão de uma luz contínua de 30 megawatts por 10 horas, uma vez ao ano, seria suficiente para deixar nosso planeta invisível a possíveis invasores.

Leia também:

Misteriosa ‘couve-flor’ mineral pode ser novo indício de vida em Marte

Estrela misteriosa intriga cientistas. Seria vida extraterrestre?

O procedimento, no entanto, só teria sucesso se o raciocínio dos cientistas estiver correto: se extraterrestres inteligentes efetivamente buscam nosso planeta, o tipo de tecnologia utilizada por eles seria parecida (ou igual) à que utilizamos na Terra. Para isso, eles também criaram uma estratégia em caso de paranoia extrema – um manto invisível que poderia abranger todos os tipos de comprimentos de onda (o que garantiria que nosso planeta não aparecesse). Mas para isso seria necessária uma grande variedade de lasers com potência total de 250 megawatts.

A melhor saída – De acordo com Kipping, a melhor solução para esconder nosso planeta seria encobrir apenas as “bioassinaturas” (pistas moleculares que trazem indícios diretos da existência de organismos) da Terra, como o oxigênio e metano, já que isso demandaria 160 megawatts. “Isso faria com que, para outra civilização, a Terra parecesse nunca ter sido habitada”, disse o pesquisador.

“Existe um debate sobre o que deveríamos fazer: esconder ou anunciar nosso planeta a civilizações avançadas. Nosso trabalho oferece uma alternativa aos humanos e devemos pensar no que faremos”, afirmou Kipping.

(Da redação)