Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cientistas se reúnem para dar sugestões à Rio+20

Fórum internacional reúne 1.000 especialistas de 75 países para discutir como a ciência poderá pode ajudar na formulação de políticas públicas para um futuro mais sustentável

A comunidade científica está reunida no Rio de Janeiro para preparar um documento com vistas a ajudar políticos e chefes de estado nas negociações durante a Rio +20. A ideia é dar um parecer sobre como a ciência pode contribuir para um futuro mais sustentável. O evento, chamado Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável, começou no dia 11 de junho e vai até o dia 15 na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Ao todo, 990 pesquisadores de 75 países, incluindo especialistas da Unesco e de academias de ciência internacionais, discutem mudanças climáticas, consumo, bem estar, distribuição da água, urbanização e formas de transição para uma economia ‘verde’ – ou seja, como a economia pode continuar crescendo sem exaurir os recursos naturais do planeta. Serão quase 100 palestras, entre elas uma sobre a preservação das espécies, com Thomas Lovejoy, pesquisador americano que cunhou o termo ‘biodiversidade’ na década de 1980.

Atualização – O documento que será publicado nesta sexta-feira, 15, será uma versão revisada de outro publicado em março, durante o fórum Planet Under Pressure, uma conferência que reuniu a comunidade científica em Londres com o mesmo intuito do fórum que acontece no Rio. Na Inglaterra, o documento final sugeriu que os cientistas tivessem um papel mais ativo junto aos políticos. A ideia seria facilitar a relação entre políticos e a academia nas discussões que envolvem o desenvolvimento sustentável.

A versão final do documento produzido no Brasil será entregue para os chefes de estado durante a reunião de cúpula da Rio +20, que ocorre entre os dias 20 e 22 de junho. No encontro estão reunidos pesquisadores de diferentes países, líderes nas áreas de bioenergia, biodiversidade, clima e políticas públicas. Eles discutem o papel da ciência e da inovação, de maneira interdisciplinar, na transição para um desenvolvimento sustentável, uma economia verde e a erradicação da pobreza – temas que estarão em pauta na Rio+20.

Forum de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável é organizado pelo Conselho Internacional para a Ciência (ICSU, na sigla em inglês), em parceria com a Unesco, o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC).