Vídeo: Deputados trocam empurrões no plenário da Câmara

Confira o momento em que parlamentares, em uma cena lamentável, entraram em confronto nesta quarta-feira

Uma cena lamentável tomou conta do plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira. Deputados entraram em confronto, trocaram empurrões e se xingaram, levando à suspensão da sessão por trinta minutos até os ânimos se acalmarem.

A confusão começou após o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) subir à tribuna para contestar a decisão do presidente Michel Temer (PMDB) de determinar a convocação do Exército e da Força Nacional para conter uma manifestação que, nesta tarde, transformou-se em baderna. Houve quebra-quebra de ministérios, depredação do patrimônio público e confronto com a Polícia Militar. A medida foi atribuída a um pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). “Eu pedi o apoio da Força Nacional de Segurança porque o ambiente lá fora estava como um campo de guerra”, afirmou Maia. Ele nega, porém, que tenha solicitado a atuação dos militares, informação que gerou desconforto entre ele e demais parlamentares.

“Se houve a solicitação do presidente da Câmara para que se estabelecesse um estado de sítio, como a gente tem naturalidade para continuar votando como se nada tivesse acontecendo?”, questionou Braga. “Se não garantirem a minha palavra, eu vou aí e vou tomar a presidência”, ameaçou. Após Braga descer da tribuna, deputados, em um movimento generalizado, começaram a se empurrar.

Desde a abertura dos trabalhos desta quarta-feira, parlamentares de oposição tentam impedir a realização da sessão. Eles chegaram a ocupar a tribuna e a pedir a realização de eleições diretas e o fim do governo de Michel Temer.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Washington Badaró

    Borrrrrrrrraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaachaaaaaaaaaaaaaaaaa!

    Curtir

  2. André Carioca

    Esse país está um caos….que pena…

    Curtir

  3. Tadeu Passarelli

    vagabundos imorais, não representam ninguém…

    Curtir