TV Cultura corta trecho de música que criticava Alckmin e Doria

Apresentadora do programa Cultura Livre criticou posicionamento da TV Cultura e afirmou que 'jamais censuraria qualquer tipo de posicionamento político'

A TV Cultura cortou parte da música Liga nas de Cem, da banda Aláfia, que criticava o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito João Doria (PSDB). O programa foi ao ar no dia 12 de abril e os vídeos da apresentação da banda foram retirados do ar no canal do Youtube do programa.

Em nota, a TV Cultura admitiu que a edição cortou o trecho da música. “A TV Cultura é uma emissora pública pertencente a todos os cidadãos. Assim, carregamos em nosso estatuto o dever de não utilizarmos nossa programação de arte e cultura para fins partidários, limitando esse debate ao núcleo de jornalismo. Temos a constante preocupação de não difundir ideias ou fatos que incentivem a polarização, independentemente do indivíduo a quem esse discurso se destina.”

No Facebook, Roberta Martinelli, apresentadora do programa, criticou a postura da TV Cultura e afirmou que as edições aconteceram sem o seu conhecimento.

“Criei o programa em 2009 e sempre lutei pela liberdade na curadoria e para os artistas. Assim, o programa virou um importante canal da música brasileira que acontece agora.  Jamais censuraria qualquer tipo de posicionamento político, editaria ou tiraria vídeos do ar por motivo de livre manifestação.  Não aprovo tal prática. Não existe semi liberdade. Eu sempre defendi e defenderei a cultura livre”, escreveu a apresentadora.

A banda Aláfia também falou sobre o ocorrido em sua página no Facebook. “No dia 12/04 nós, da banda Aláfia, fomos ao ar no programa Cultura Livre, apresentado por nossa querida Roberta Martinelli e infelizmente, para nossa surpresa a música “Liga nas de cem” foi editada na parte que faz critica a Dória e Alckmin. Sabemos que essa atitude não é natural do programa Cultura Livre, e imaginamos que também estejam indignados com essa decisão da TV Cultura em vetar nossa fala.”

O trecho censurado diz: Liga nas de cem que trinca/ Nas pedra que brilha/ Na noite que finca as garra/ SP é fio de navalha/ O pior e o ruim/ Doria, Alckmin/ Não encosta em mim, playboy/ Eu sei que tu quer o meu fim”.

Confira a nota da emissora na íntegra.

“A TV Cultura é uma emissora pública pertencente a todos os cidadãos. Assim, carregamos em nosso estatuto o dever de não utilizarmos nossa programação de arte e cultura para fins partidários, limitando esse debate ao núcleo de jornalismo. Seguimos essa lógica na busca constante pelo equilíbrio entre as diferentes narrativas e, acima de tudo, com independência editorial. Mais do que isso, temos a constante preocupação de não difundir ideias ou fatos que incentivem a polarização, independentemente do indivíduo a quem esse discurso se destina. 

Para atender aos princípios citados acima, a TV Cultura levou ao ar na madrugada do dia 11 de abril o programa Cultura Livre com a banda Aláfia e realizou uma edição na música Liga nas de Cem. A emissora valoriza a liberdade de expressão e lamenta a polêmica gerada em torno desta ação.

Reiteramos que o Cultura Livre é, desde 2011, um programa cultural e musical que se propõe a revelar novas bandas da cena independente brasileira. Seguiremos firmes neste propósito sempre com o intuito de oferecer ao público entretenimento de qualidade e aos artistas um espaço aberto para divulgar sua arte.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Musicas com o “Fora Lula” teria contestação de muitos jornalistas “progressistas”. Vento que venta lá venta cá.

    Curtir

  2. Ela já apresentou alguma coisa que criticava os “canhotos”?

    Curtir

  3. Podem criticar como quiserem: em verso, em prosa, em música, etc., mas tem iniciativas, no caso de Dória, que demonstram muito boa vontade em melhorar a vida dos paulistanos. O povo sabe onde o calo aperta, e sente quando alguma ação alivia suas dores.

    Curtir

  4. É O SUJO FALANDO DO MAU LAVADO, PORQUE QUEM SE DIZ TÃO IMPARCIAL NÃO DIVULGA DELAÇÃO QUE CITA MALUF, QUERCIA, KASSAB, SERRA, ALCKIMIM?

    Curtir

  5. Marcos Raposo

    Achei que tinha perdido algo importante além da rima. Puro engano.

    Curtir