Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer recebe ministros e Sarney no Jaburu

Em dia marcado por encontros, Temer recebeu Sarney e Moreira Franco depois de almoçar com Antonio Imbassahy, Bruno Araújo, Aloysio Nunes e Sérgio Etchegoyen

O presidente Michel Temer aproveitou o sábado, 27, para discutir a crise política com ministros do PSDB e com o ex-presidente da República, José Sarney, no Palácio do Jaburu, residência oficial. Temer também se encontrou, no fim do dia, com o ministro da secretaria-geral da Presidência da República, o peemedebista Moreira Franco.

O primeiro encontro promovido pelo presidente foi um almoço com os ministros tucanos Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Bruno Araújo (Cidades) e Aloysio Nunes (Relações Exteriores) e com o general Sérgio Etchegoyen, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Aloysio Nunes e o general chegaram ao Jaburu acompanhados de suas mulheres, que foram recebidas pela primeira-dama Marcela Temer.

Pressionados por parte dos deputados do partido da Câmara, o PSDB, de Imbassahy, Araújo e Nunes, ensaia desembarcar da base aliada do governo peemedebista. Enquanto os tucanos almoçavam com o presidente, outro cacique do partido, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), em São Paulo, voltou a defender que o compromisso do PSDB não é com o governo, mas com o País.

“Nosso compromisso é com o Brasil, com as reformas, que são necessárias para retomar a atividade econômica. E não mudou a nossa posição em relação ao governo Temer, pelo contrário, diante da instabilidade estamos e ficaremos ajudando e aguardando os desdobramentos”, disse o governador. “Muitas coisas não dependem de nós”.

No final da tarde, Temer ainda recebeu o ex-presidente José Sarney. O peemedebista chegou à residência oficial por volta das 16h30. A assessoria do Palácio do Planalto não informou o motivo do encontro. Enquanto Sarney e Temer ainda estavam reunidos, o ministro-chefe da secretaria-geral da Presidência da República, Moreira Franco, também apareceu no Jaburu. Após duas horas de conversa com Temer, por volta das 18h30, Sarney (PMDB) deixou o local.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Fica Temer até 2018! Não vamos dar espaço para a volta da petralhada ao poder. O Brasil não merece isso.

    Curtir

  2. Artésio Oliveira Campos Prado

    Vem aí o acordão para livrar lula e temer da guilhotina. É bom para o país se livrar do temer, mas é ruim para o país ter esses dois em liberdade. As figuras de lula e temer prejudicam seriamente o país, mas este último ameaça nosso presente e o futuro do Brasil. Então, eleições indiretas. Seja o que Deus quiser.

    Curtir

  3. Vendidos! Vergonha.

    Curtir

  4. Por que sempre aquele sarney? Capo di tutti capi?

    Curtir

  5. Temer é o único presidente da história que, durante o seu mandato, responde a um inquérito criminal. E inquérito pela prática de organização criminosa, obstrução da justiça e CORRUPÇÃO passiva. Que nojo desse governo. FORA, TEMER!!!!!!

    Curtir

  6. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Engraçado essa cobrinha ai de cima (KSKVEL) ficar defendendo o Lula Jararaca (cobras são da mesma família de rastejantes e víboras). Abra a página do judiciário e veja quantos processos existem contra ele. Veja quantos petistas estão presos. Lula e Dilma não tiveram processos contra eles durante o mandato, pois não existia a Lava Jato.

    Curtir

  7. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    E ele., a KSKVEl , esquece que Temer foi vice de Dilma por duas vezes e eleito com os votos dos PETISTAS, como ele. Coitado, cobra com problema de memória.

    Curtir

  8. Não seria: Temer recebe bandidos ?

    Curtir