Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SP registra taxa de 8,73 homicídios por 100 mil habitantes, a menor desde 2001

Governo estadual considera que há uma epidemia de homicídios quando número fica acima de 10

Pela primeira vez desde 2001, o número de homicídios dolosos – ou seja, quando há intenção de matar – no Estado de São Paulo ficou abaixo da taxa de 10 por 100.000 habitantes, considerada zona epidêmica pelo governo estadual.

Segundo as estatísticas divulgadas nesta terça-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, a taxa dos últimos doze meses é de 8,73 ante os 10,06 homicídios por 100.000 pessoas registrados em 2014. Em 2001, quando teve início a série histórica, o indicador marcou 33,30 homicídios por grupo de 100.000 habitantes – uma queda de 73,78%.

Leia mais:

PT quer CPI para apurar denúncias sobre ‘máfia da merenda’ em SP

É a primeira vez também que o total de homicídios fica abaixo de 4.000 registros. Em 2015, foram 3.757 casos, em comparação com os 4.293 no ano anterior.

Os outros índices de criminalidade também apresentaram queda. Houve redução de 7,7% nos casos de latrocínio, 20,3% no número de roubos de veículos e 4,1% a menos de furtos em geral. O número de furtos de veículos também diminuiu 9,8%, enquanto as extorsões mediante sequestro tiveram queda de 17,5% no ano passado, e os estupros, 7,5%.

Os dados apresentaram leve redução foram os de roubos em geral (apenas 1,2%) e roubos de carga (0,3%).

(Da redação)