Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Receita Federal suspende isenção de impostos do Instituto Lula

Investigação identificou ‘desvio de finalidade’ no uso do instituto. Conta deve ficar entre R$ 8 milhões e de R$ 12 milhões, segundo jornal

A Receita Federal decidiu suspender a isenção tributária do Instituto Lula entre 2011 e 2014, por “desvio de finalidade”. Segundo o jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira, a conta final deve ficar entre 8 milhões e 12 milhões de reais.

A decisão foi tomada após o encerramento da investigação da Polícia Federal, aberta em dezembro do ano passado sobre o instituto. A suspeita dos investigadores era que a entidade tinha sido usada para lavar dinheiro do esquema de corrupção instalado na Petrobras. Entre o período investigado, o instituto recebeu 35 milhões de reais – a maior parte de empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato, como Odebrecht e Camargo Corrêa.

Leia mais:
Lula vai a Brasília para se reunir com Dilma antes de depoimento
O último ato: Dilma fala a senadores nesta segunda

De acordo com o jornal, a principal irregularidade identificada foi o repasse de 1,3 milhão de reais para a empresa G4 Entretenimento, que pertence ao filho mais velho do ex-presidente – Fábio Luís – e a Fernando Bittar, dono do sítio de Atibaia, no interior de São Paulo, investigado por ter sido frequentado por Lula.

Para os técnicos, o instituto simulou a prestação de serviço pela G4, como forma de mascarar a transferência de recursos da entidade para o ex-presidente ou parentes, configurando o desvio de funcionalidade. Os auditores apontam também pagamentos sem destinatários e o aluguel de um imóvel apontado como sede, mas que era diferente do endereço do instituto – criado em 2011 em substituição ao antigo Instituto da Cidadania, também ligado a Lula.

Leia também:
PF indicia Lula e Marisa por tríplex no Guarujá

Conforme informou o jornal, a Receita se limitou aos aspectos contábeis das irregularidades e pediu, por exemplo, explicações ao presidente do instituto, Paulo Okamotto, do motivo que teria levado grandes construtoras a doarem ao menos 18 milhões de reais. Além disso, contestou doações de duas entidades sem fins lucrativos que, juntas, destinaram 1,5 milhão de reais ao instituto entre 2013 e 2014.

À Folha, o Instituto Lula respondeu, por meio de sua assessoria, que não recebeu notificação sobre o assunto. O presidente do instituto, Paulo Okamotto, disse à Receita Federal que a empresa G4 Entretenimento prestou serviços gratuitamente para fazer sites ligados ao instituto e foi contratada em 2012 para cuidar da parte digital da entidade.

Em relação às empreiteiras, Okamotto afirmou que a missão do instituto é promover a inclusão social, marca do governo do ex-presidente Lula. O projeto seria replicar a experiência brasileira em países da África. Como as empreiteiras têm obras no continente africano, tinham interesse em patrocinar programas sociais por meio do instituto.

Questionado pelo fisco do por que nenhum grande projeto foi levado adiante na África, até o momento, o presidente do instituto disse que a entidade está elaborando esses projetos, mas que priorizou a organização do acervo de Lula.

A decisão da Receita não cancela a isenção fiscal do instituto para depois de 2014, a não ser que novos indícios de irregularidades sejam identificados a partir do ano-base de 2015.

A legislação tributária permite que entidades sem fins lucrativos como institutos, fundações e organizações não governamentais, fiquem isentas do pagamento do imposto de renda e de contribuições sociais (PIS e Cofins), para estimular o trabalho social dessas entidades e, no caso dos institutos e fundações, também ajudar na preservação do “patrimônio cultural e histórico” dos acervos presidenciais. A decisão da Receita não cancela a isenção fiscal do instituto para depois de 2014, a menos que novos indícios de irregularidades sejam identificados a partir de 2015.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    DEMOROU!!! MANDEM A CONTA E SE FOR O CASO, CADEIA A TODOS!

    Curtir

  2. Manuel Lopez Campos

    O Lula é INOCENTE, assim como a “PRESIDENTA” também é “INOCENTA”
    (pois ela nunca foI “ESTUDANTA”)

    Curtir

  3. Mais uma máscara do ladrão do dinheiro público. Me aponte alguma instituição ou empresa que realize ‘doações’ de milhares de milhões para projetos que sequer tem projetos e nunca realizou qualquer projeto. Bando de vagabundos fedorentos.

    Curtir

  4. Sujeito Brasileiro

    Que perseguição, meu Deus do céu. Enquanto isso os bandidos e canalhas dos grandes continuam Que perseguição, meu Deus do Céu. Enquanto isso os bandidos de verdade ficam roubando livremente e fazendo churrasco com o aval do Juiz Moro e da justiça brasileira.
    Vai pegar bandidos de verdade o povo não é tonto não. Ou então arranjem um adversário a altura dele para competir nas urnas.

    Curtir

  5. Gilberto Goes Junior

    Instituto de fachada para Lavar dinheiro sujo do PT,Manda fechar Demolir e Jogar Sal grosso para não nascer mais nada no Lugar desses Comunas

    Curtir

  6. Paulo Henrique

    Fábrica de Corrupção.

    Curtir