Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia investiga estupro coletivo de adolescentes em rodeio

A Polícia Civil acredita que ao menos seis homens que trabalhavam no evento violentaram as vítimas

Duas adolescentes, de 14 e 15 anos, alegam ter sido vítimas de estupro coletivo durante um rodeio na madrugada de segunda-feira 2, em Cunha, no interior de São Paulo.

As jovens teriam sido dopadas e, desmaiadas, ficaram à mercê dos acusados por cerca de cinco horas. De acordo com a polícia, as duas podem ter sido violentadas por seis homens. Dois homens já foram presos e admitiram ter se relacionado com as garotas, porém alegam que houve consentimento. Um terceiro suspeito já foi identificado, pois levou o celular de uma das garotas.

As adolescentes foram ao rodeio, evento tradicional da cidade, na companhia de um familiar. Conforme o relato delas, o dono de uma das barracas de bebida ofereceu uma bebida alcoólica e, logo depois de beberem, teriam passado mal e desmaiado. Acordaram horas depois em um galpão reservado a funcionários do evento.

Uma delas relatou ter visto vários homens no local. Um deles, sobre sua colega. Quando acordaram, o dia já havia amanhecido e ainda havia homens presentes no local. Depois de relatarem o episódio às suas famílias, elas passaram no Conselho Tutelar e em seguida foram levadas à Polícia Civil para denunciar o caso.

Uma equipe de policiais foi ao local da festa e prendeu dois suspeitos, de 32 e 33 anos, que foram reconhecidos pelas vítimas. Ambas já passaram por exames e receberam atendimento médico. A empresa Kadu Eventos, responsável pelo rodeio, alegou que os suspeitos fazem parte de uma equipe terceirizada e que estão colaborando com a investigação.

A prefeitura de Cunha disse que apenas cede o espaço para a realização do evento.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Crime Bárbaro Contra À Honra !

    Curtir