Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF prende traficantes que vendiam maconha do Paraguai

Por João Naves de Oliveira

Campo Grande – Uma quadrilha de narcotraficantes especializada na produção e distribuição de maconha paraguaia no Rio de Janeiro foi presa nesta quinta-feira, em Mato Grosso do Sul. As prisões foram realizadas de madrugada na cidade de Coronel Sapucaia, que faz divisa seca com Capitán Bado (Paraguai), no extremo sul do MS e a 320 quilômetros de Campo Grande.

A missão da Polícia Federal, denominada “Conexão Rio-Sapucaia” começou há cinco meses, a partir de apreensões de maconha e cocaína, envolvendo ramificações do grupo de traficantes de drogas, existentes também em São Paulo. Durante o período de investigação, foram apreendidas 20 toneladas de drogas, segundo a PF com sede em Ponta Porã, situada na região de Coronel Sapucaia.

Estão presos dois homens que comandam as plantações, colheitas e processamento da maconha cultivada em clareiras abertas no centro das matas de Capitán Bado. Pequenos agricultores e índios são pagos pelos criminosos para cuidar das lavouras, da colheita, prensar e embalar a maconha. O tráfico desde Coronel Sapucaia até o Rio de Janeiro é feito em dezenas de automóveis modelos populares, como forma de pulverizar a distribuição e dificultar as apreensões, segundo a PF. No final da tarde a PF divulgara relatório completo sobre o número de prisões e os nomes dos acusados.