Pai e irmão de autor do ataque em Manchester são presos na Líbia

Atentado provocado por Salman Abedi deixou 22 mortos em show de Ariana Grande

As Forças Especiais de Dissuasão, uma milícia ligada ao Ministério do Interior da Líbia, informaram que o pai de Salman Abedi, autor do atentado de Manchester, foi preso nesta quarta-feira. O irmão de Salman também foi detido pela milícia, na terça-feira, segundo Ahmed Ben Salem, porta-voz da unidade dos serviços de segurança.

Ramadan Abedi, o pai do homem-bomba que matou 22 pessoas em um ataque suicida na Inglaterra, foi preso em Trípoli, capital da Líbia. As Forças Especiais prenderam Ramadan do lado de fora de sua casa em Ayn Zara, um subúrbio de Trípoli. Uma testemunha disse que ele foi algemado por dois homens armados que o levaram em um carro sem qualquer identificação.

A milícia informou nesta quarta que o irmão de Salman, Hashim Abedi, de 20 anos, também foi detido, na terça-feira, por suspeita de ligação com o Estado Islâmico. Aparentemente, Hashim estava ciente dos planos do irmão e planejava um ataque terrorista na Líbia. No momento de sua prisão supostamente recebia uma transferência de dinheiro de Salman Abedi.

A polícia inglesa deteve cinco pessoas que teriam vínculo com o atentado e afirmou nesta quarta-feira que o autor fazia parte de uma célula terrorista. “Está claro que estamos investigando uma célula”, disse à imprensa o comandante da polícia de Manchester, Ian Hopkins, ao ser questionado se estavam procurando especificamente o homem que fabricou a bomba detonada ao final do show da cantora pop americana Ariana Grande, na segunda-feira.

(com EFE e AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Espero que neste momento estejam levando choques nas áreas íntimas continuamente.

    Curtir

  2. Osmar Serrragem

    Ao que parece, este “lobo” não era nada “solitario”…

    Curtir

  3. Como lidar com uma religião que autoriza enganar, mentir, romper tratados e matar até crianças “infiéis” em nome de sua propagação?

    Curtir