Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova operação da PF mira governador do Rio Grande do Norte

Ação investiga suspeita de organização criminosa e obstrução da Justiça por parte de Robinson Faria (PSD), desde a época em que era deputado estadual

A Polícia Federal cumpre nesta terça onze medidas judiciais, incluindo dois mandados de prisão, como parte de uma operação para investigar suspeitas de organização criminosa e obstrução da Justiça. Batizada de Operação Anteros, a ação envolve cerca de 70 policiais e mira o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD).

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a abertura de investigação preliminar para apurar a suposta prática criminosa por parte do governador, com a participação de servidores estaduais, de acordo com a PF. O esquema envolveria desvios de recursos por meio de funcionários fantasmas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte desde 2006.

Robinson Faria foi eleito governador em 2014. Antes, foi deputado estadual durante 24 anos, tendo ocupado a presidência da Assembleia Legislativa entre 2003 e 2010.

O governador negou ter cometido qualquer irregularidade. Em nota, o advogado José Luis Oliveira Lima, que representa Faria, disse que a defesa ainda não teve acesso aos autos. “O governador Robinson Faria nega veementemente a prática de qualquer irregularidade durante seu mandato de deputado estadual, encerrado em 2010, e reforça que sempre esteve à disposição para prestar qualquer esclarecimento”, disse. “Apesar de não concordar com a diligência realizada nesta data, tem profundo respeito pela Justiça e confia no rápido restabelecimento da verdade.”

 

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tadeu Passarelli

    Não adianta, TODOS os políticos são bandidos criminosos, especialmente no Norte-Nordeste e no Rio da vergonha….

    Curtir

  2. news da hora

    A PF faz um bom trabalho na lava jato, mas nos estados que o PT governa ela faz corpo mole. na Bahia, Minas ,Acre , inclusive no Acre existe um desvio de mais de 1bilhao em um trecho de estrada federal, 17anos de obras???? Absurdamente a PF deixou a policia civil do governador tocar no inquérito?????

    Curtir

  3. Andre Rovigatti

    FAÇAMOS CONTAS :  se tudo o que tem sido roubado, e continua sendo roubado , mais os indecentes salários e benefícios dos “servidores” for somado , e rateado proporcionalmente entre os que pagam impostos, quanto a menos teríamos que pagar ?   Ou :  quanto pagamos para essa roubalheira toda ? BRASIL, ACORDA !

    Curtir

  4. Não faz mal, ele tem foro privilegiado e por isso está inimputável.

    Curtir