‘Não vou fugir da raia’, diz Luciano Huck sobre a política

Em conversa com Amaury Jr., o apresentador do Caldeirão do Huck voltou a defender uma maior participação de sua geração na política nacional

“Não vou fugir da raia, no sentido de contribuir para que a gente faça um país mais legal e mais justo”. Esse foi o tom da mais recente manifestação de Luciano Huck sobre política. O apresentador do Caldeirão do Huck voltou a falar do tema neste sábado, em entrevista ao Programa Amaury Jr. realizada durante um leilão beneficente promovido pelo Instituto Neymar Jr. Huck disse a Amaury Jr. que não abrirá mão de seu propósito de ajudar o Brasil a melhorar – sem esclarecer se isso significa que vai ou não concorrer à presidência da República.

“O que eu venho falando, e talvez não tenha sido bem compreendido, é que a minha geração tem que ocupar espaço de poder, no sentido de que já está na iniciativa privada e em vários lugares da sociedade civil, mas na política não”, disse o apresentador.

Amaury Jr. chegou a citar a previsão de uma vidente, que aconselha Huck a não misturar a vida artística com a pública. “Ela deve ter ligado para a minha mãe e para a Angélica”, brincou.

Ele disse que seu objetivo é contribuir para o crescimento do Brasil e ajudar a encontrar novos e bons nomes para as lideranças nacionais.

“Não que seja eu, muito pelo contrário, mas quero ajudar a encontrar essas novas lideranças, porque eu acho que o Brasil está em um cenário de terra arrasada. Eu acho que o único poder transformador é a política do poder público, então se a gente não cuidar dele para que tenha gente legal lá e que possa fazer a vida das pessoas melhorar, vamos ter uma geração perdida de anos e décadas no Brasil. Então é essa a intenção, se mobilizar e conseguir trazer gente legal para esse universo”, explicou.

Em sua avaliação, o prefeito João Doria (PSDB) é um bom exemplo de pessoa pública que migrou para a política. “João já fez essa opção, ele já está dedicado à vida pública e servindo muito bem São Paulo. A força do microfone, a força que o meu programa tem, as redes sociais, eu acho que já é uma vitrine importante para colocar uma mensagem inspiradora, colocar bons exemplos e trazer gente nova”, finalizou.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rothman Benther

    O Luciano Hulk quer ajudar o Brasil? Tira aquele deck que você construiu invadindo a praia lá em Angra sem licença, dividindo a praia ao meio, Zé mané!

    Curtir

  2. Que Deus nos livre de mais um incapaz na politica brasileira, invenção do esquerdista senil FHC.

    Curtir

  3. ÉTICA EM EXTINÇÃO NO BRASIL – Isso mesmo, no Brasil os políticos que ainda tem um pouco de ética é raridade e precisamos resgatar estes valores e por isso precisamos renovar esta categoria através de novos candidatos que nunca teve qualquer parente na carreira política. Hoje o que temos é uma cambada de mentirosos metidos no poder e sem falar no desinteresse em realmente ajudar o nosso país, em sugar os cofres públicos, estes são craques de primeira categoria.

    Curtir

  4. Hermes Alves de Matos

    Esse sujeito quer enganar quem? Ajudar o Brasil… só no inferno mesmo!

    Curtir