Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Joaquim Barbosa não descarta candidatura e defende diretas

Ex-ministro do STF admite que pensa na possibilidade e até já conversou com Marina Silva, mas ressalta: ‘Sou muito hesitante em relação a isso’

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa admitiu nesta quarta-feira que não descarta se candidatar à Presidência da República. Em solenidade no Supremo, em Brasília, Barbosa afirmou que uma eventual candidatura está em sua “esfera de deliberação”, que já conversou com partidos e até com Marina Silva, mas que ainda “hesita” sobre o tema.

“Eu sou um cidadão brasileiro, um cidadão pleno, há três anos livre das amarras de cargos públicos, mas sou um observador atento da vida brasileira. Portanto, a decisão de me candidatar ou não está na minha esfera de deliberação. Só que eu sou muito hesitante em relação a isso. Não sei se decidirei positivamente neste sentido”, disse o ex-ministro do STF durante a inauguração de seu retrato na galeria dos ex-presidentes da corte.

Barbosa admitiu conversas sobre uma possível candidatura, mas negou ter assumido compromisso com algum partido. “Já conversei com líderes de partidos políticos, dois ou três. Até mesmo quando estava no Supremo fui sondado, sondagens superficiais. Ano passado, tive conversas com Marina Silva. Mais recentemente, tive conversas, troca de impressões, com a direção do PSB”, disse. “Mas nada de concreto em termos de oferta de legenda para candidatura, mesmo porque eu não sei se eu decidiria dar este passo. Eu hesito.”

Na cerimônia, Barbosa também afirmou que, no atual cenário político, o país conta com o STF. “Eu não os invejo, eu não gostaria de estar aqui na Corte neste momento cataclísmico. Eu só diria o seguinte, o Brasil precisa muito dos senhores. O Brasil precisa muito desta Corte”, disse aos antigos colegas.

Eleição direta

Sobre a possível vacância no poder em caso de queda do presidente Michel Temer, Barbosa se posicionou a favor de uma alteração constitucional que possibilite as eleições diretas. “Veja bem, a Constituição brasileira prevê eleição indireta. Mas eu não vejo tabu de modificar Constituição em situação emergencial como esta para se dar a palavra ao povo. Em democracia, isso é que é feito”, opinou.

(Com Estadão Conteúdo e Agência Brasil)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Por favor dr. Joaquim Barbosa, não se candidate. Vai ser um desastre. Mais um. O sr. é muito beligerante e, em 6 meses vai explodir tudo. Além de ter se declarado petista. Aqui fala uma ex admiradora sua. Vai por mim, não vai dar certo.

    Curtir

  2. Osmar Serrragem

    A mordedura da mosca azul é terrivel…Existem varios afetados, por aí…Quase mais uma epidemia…

    Curtir

  3. Osmar Serrragem

    Ou, como diz a canção (para ser entoada em frente ao espelho, em varios tipos de voz): “Por quê não eu? Por quê não eeeu?!”

    Curtir

  4. Tutti, petista ??? se informe melhor,tai um cara que eu votaria ,um cara que colocou o STF na linha e mostrou para o Brasil os os falsos ministros da quela casa um ja ta pra estourar ” mendes ” aqui quem fala é mais um brasileiro que assiste jornal e não novela da globo

    Curtir

  5. Cidnei Clementino de Alencar

    Pode ser que o dr. Joaquim Barbosa, há que se convir, não venha ser o salvador da ‘pátria’. Porém, eu sem sombra de dúvidas, votarei nele se vier a se candidatar. Até porque, se não mudar a ‘constituição’ que foi RASGADA pelo ‘congresso’, e vier a termos eleições “indiretas”, qual CORRUPTO assumirá a presidência deste país?!?

    Curtir