Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grupo defende a volta da monarquia na Av. Paulista

Para os neomonarquistas, apenas a figura de um rei seria capaz de superar as divergências partidárias do país

Entre as variadas pautas levantadas pelos manifestantes que foram às ruas na tarde deste domingo, estava o retorno da monarquia. No meio da Avenida Paulista, um pequeno grupo hasteou um bandeira da época imperial do Brasil em um poste de luz – defendendo o retorno ao modelo vigente entre 1822 e 1889 como solução para os problemas do país. Para os neomonarquistas, apenas a figura de um rei seria capaz de superar as divergências partidárias do Brasil.

A volta da coroa, porém, está longe de ser a principal reivindicação dos manifestantes reunidos na Paulista neste 26 de março. As três principais pautas do ato são a defesa da Operação Lava Jato, o fim do foro privilegiado e a rejeição ao voto em lista fechada nas próximas eleições.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Hahahahaha! Deve ser o fantasma de alguma rei, príncipe…não ter o que fazer e ter aposentadoria gorda, dá nisso. Vamos fazer o seguinte: Trabalhar, trabalhar, trabalhar e colocar o Brasil nos trilhos. Manifestação é coisa de esquerdinha que não tem o que fazer na vida. P….!

    Curtir

  2. Na monarquia era 1/5 de impostos, hoje é 3/4. Tem razão, na monarquia se pagava menos impostos.

    Curtir

  3. housekeeping

    só se o rei for o Lula,

    Curtir

  4. gabriel oliveira

    Monarquia é a solução! Mais de 100 anos de republica e ganhamos corrupção, ditaduras, golpes e vergonha nacional.

    Curtir

  5. Felix Alberto Macedo

    O monarquistas estão com mais credibilidade do que os membros do MBL…

    Curtir

  6. ces micelato

    A Monarquia era popular, o povo não queria a república, que nada mais foi do que um golpe militar e ilegal. No período Monárquico tínhamos uma nação que caminhava para a prosperidade e atraia imigrantes de todos os cantos em busca do tão sonhado eldorado. O que trouxe a república ? Corrupção, censura à imprensa, descontinuidade de qualquer programa econômico, enfim, só atrasos. Parlamentarismo monárquico é sim uma solução viável. Mostre um só País monárquico que não seja próspero.

    Curtir

  7. Carlos G S Maldonado

    Apoio à volta da monarquia, sistema que não devêramos ter deixado. A república não deu certo em nem um momento. Foram golpes de estado, um atras do outro, crises que aguardam a hora de entrar, não tem espaço para todas, ditaduras foram tantas que perdi a conta. Enfim, a monarquia era e é muito melhor, haja visto que em todos os países de grande desenvolvimento, são manorquicos. A republica já passa de 100 anos e ainda vivemos no terceiro mundo, com vies de ir para o quarto.

    Curtir

  8. Silvio Henrique Ramos Geraldo

    Eu poderia defender o sistema monárquico apenas falando da monarquias europeias atuais, como Inglaterra, Noruega e Suécia. Mas iam dizer que são países pequenos e que não foram colônias, etc. Então prefiro falar de duas monarquias atuais que pelo menos no aspecto de terem sido colônias são parecidas com o Brasil. Canadá e Austrália é cara pálida esses países São monarquias. Assim como Japão, Dubai, Qatar etc. Todos que falam mal da monarquia, não tem a mais mínima ideia de como é ou como funciona, apenas criticam por osmose. Mas fica o desafio aqui, alguém é capaz de dizer que o Brasil é superior a esses países em algum aspecto que não seja futebol. Outro ponto qual país do mundo o presidencialismo deu certo???? Tirando o EUA, fale algum outro….um grande beijo no ombro para os ignorantes e um fraternal abraço aos confrades.

    Curtir

  9. Milena Costa

    O Brasil levou uma pancada em 1889 e perdeu a memória. Tinha um sistema que funcionava bem (o parlamentarismo monárquico vigente hoje nos melhores países da Europa), permitindo a correção gradual dos problemas econômicos e sociais. A abolição da escravidão, com o impulso da família imperial, provocou a reação dos setores mais retrógrados da elite, temerosos de um futuro reinado de Dona Isabel. E o golpe militar de 15.11.1889 transformou o nosso Império liberal numa republiqueta militarista, caudilhesca e anárquica.

    Curtir