Governo adverte para escalada de ameaças de facções criminosas

Órgãos de inteligência detectaram plano de facções criminosas para "intensificar" ações dentro e fora dos presídios

A disputa entre duas das principais facções criminosas do país, o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV), acendeu o sinal de alerta na área de inteligência do governo federal, que mapeou riscos concretos de a contenda se refletir na segurança pública nos próximos meses, com ameaças de rebeliões e a possibilidade de ações coordenadas também do lado de fora dos presídios.

O assunto foi tema de uma reunião secreta, na tarde do último dia 29 de novembro, no Congresso Nacional. A Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, que reúne deputados e senadores e tem por atribuição acompanhar o trabalho dos órgãos de inteligência do governo, foi convocada extraordinariamente a pedido do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, general Sergio Etchegoyen.

Etchegoyen traçou um cenário preocupante, segundo parlamentares ouvidos por VEJA – eles preferiram falar anonimamente porque houve um pedido expresso para que o assunto tratado na reunião fosse mantido em sigilo. “Estamos diante de uma ameaça concreta de rebeliões em série e, além disso, do risco de a violência dentro das prisões transbordar para o lado de fora”, diz um dos parlamentares.

O ministro fez o alerta a partir de informações coletadas pela Abin, a Agência Brasileira de Inteligência, cujo diretor-geral também participou da sessão secreta.

VEJA apurou que órgãos de inteligência dos governos estaduais e a própria Polícia Federal também têm detectado uma escalada nas ameaças das facções criminosas. Na última quarta-feira, por exemplo, o Centro de Inteligência da Polícia Civil de São Paulo difundiu um alerta segundo o qual membros de uma facção criminosa haviam emitido um “comunicado para que todos os membros (da facção) ficassem em alerta, dentro e fora dos presídios, para um possível ‘salve geral’, ações que incluem ataques a policiais, para os próximos dias”.

rasgado-pcc

Como forma de fazer frente às ameaças, o governo federal tem recorrido aos governos estaduais para adotarem medidas preventivas, especialmente na área de inteligência.

Leia mais: PCC S/A: A gestão empresarial do crime

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Cezar Marques

    Esse aumento de poder da criminalidade comum é normal diante do exemplo do banditismo praticado em Brasília e no congresso nacional. Quando o exemplo vem de cima…

    Curtir

  2. Carandiru II???

    Curtir

  3. Francisco Lemos

    Fica muito dificil imaginar como alguem, que nao sabe nem escrever, pode ser responsavel por trafico internacional de drogas e armas. Tem de haver outros elementos das quadrilhas em postos que permitam, por exemplo, passar por controles sem serem molestados. Falta alguma peca nesse quebra-cabeca.

    Curtir

  4. Nelson Marchetto

    Uma facção tentando aliciar membros da outra lá no Rio, já comentei, quando vazou a primeira noticia, que as autoridades tem que considerar essas duas facções, armadas como estão, como guerrilheiros que podem muito bem tentar fazer outras coisas do que só matarem-se entre sí, isso seria bom porque diminuiria o contingente. Mas, se juntarem-se, a coisa ficará mais perigosa!!!

    Curtir

  5. alfredo carlos gomes

    e o general vida boa, o que vai fazer?

    Curtir

  6. Enio Luis Longo

    Então…. enquanto vemos nossas instituições enfiadas em meio ao lamaçal de corrupções e roubalheiras, é natural que bandidos encarcerados tenham também suas desavenças e por consequência transborde-as para fora das prisões. Isto tudo é fruto de anos e anos de desmandos destes politicos safados que nunca trabalharam em pról da população… agora salve-se quem puder.

    Curtir

  7. Uma das funções do Estado é preservar a ordem e dar segurança aos seus cidadãos, não preservar as quadrilhas de crime organizado, deles mesmos. Em suma: todos os integrantes dessas duas facções poderiam ser alocadas num presídio só, sem celas separando-os, deixá-los por conta. Uma semana depois, façam uma ronda para ver se sobrou alguém.

    Curtir

  8. Aí general… quer dizer que somos malucos quando pedimos intervenção militar? Os malucos aqui, querem justamente evitar uma guerra civil armada, patrocinada por gente que o sr. conhece muito bem.

    Curtir

  9. É simples acabar com isto. Cada vez que acontecer um ‘ataque’ à população (incluso a força policial), coloquem frente a frente nos presídios 20 ‘elementos’ de cada ‘facção’ para resolverem suas diferenças, e acabem com o que sobrar. Direitos Humanos são para os Humanos.

    Curtir

  10. De outro lado, para quê a população trabalhar a troco de um salário mínimo para bancar Bilhões de reais sustentando de milicos a generais, e ainda as pensões de suas viúvas e filhas pela eternidade. Não servem para nada.

    Curtir

  11. é simples pena de morte pra crime hediondo e terrorismo, bandido bom é no colo do capeta.

    Curtir

  12. Antonio Carlos Peludo

    O exemplo vem de cima ( sem punição o crime campeia)

    Curtir

  13. Gilberto Goes Junior

    Essa dua Facções que Controlam Direitos Humanos,que vive de Ferrar com a Policia que Enxuga Gelo Todo dia

    Curtir

  14. Tribuna da Internet

    Meu primeiro e último dia comentando com o cadastro na VEJA.com. Tenho que fazer verificação por e-mail e o meu comentário ainda fica sujeito a moderação ? Uma coisa ou outra ! OK ?

    Curtir

  15. Somente um mês… nada mais que um (1) mês, apenas um mês é mais do que suficiente para acabar com toda bandidagem no Brasil.

    Curtir

  16. César Augusto

    Na China ninguém ia ter esse problema. Uma bala na cabeça de cada um e problema resolvido. Mas como no Brasil adoramos os Direitos dos Manos, amamos assassinos, nós salvamos a vida de um bandido em troca da morte violenta de muitos cidadãos e pais de família. Mas como a esquerda ama bandidos e “ODEIA a classe média” isso é bom para os vermelhos. Para um esquerdista cada bandido vivo e cada trabalhador honesto morto é uma vitória.

    Curtir

  17. O exercíto brasileiro tem que intervir e destruir os narcotraficantes; com a ajuda dos EUA através do envio dos SEALs poderíamos eliminar dezenas de narcotraficantes por semana o que daria em 1 ano milhares de narcotraficantes fora de combate : presos e/ou mutilados e/ou mortos. Temos que liquidar essa gentalha e para isso temos que liquidar em paralelo, pela justiça, a corrupção nas instituições públicas brasileiras que acabam fazendo tb o jogo do narcotraficantes através da má gestão da segurança pública e a institucionalização da leniência e conivência com o banditismo em geral.

    Curtir

  18. Claudio Cadalço

    da agua com raticida pra eles na cadeia… isso resolve o salve geral… da um geral neles… e acaba o problema de super lotação.

    Curtir

  19. Ataíde Jorge de Oliveira

    No PLENO ou na 2ªTiURMA

    Curtir

  20. Izilda Rodrigues

    MEU PAI DIZIA O SEGUINTE: É DE PEQUENO QUE SE TORCE O PEPINO
    OU SEJA, SE NÃO TIVESSEM DEIXADO CRESCER ISSO TERIA ACABADO NO PÉ

    Curtir

  21. Pedro Corrales

    Estado falido é isso. Quem vai pagar pela corrupção é a sociedade.

    Curtir

  22. a FACÇÃO do Planalto já tomou as ruas, eles tem medo da concorrência

    Curtir

  23. Estes a gente tira de letra, com o devido desrespeito o povo tem muito mais medo da guerra entre pmdb, psdb, pt e outros bandos menores.

    Curtir

  24. Douglas Henrique

    Não era pra ser secreto?

    Curtir

  25. Francisco Lemos

    Traficantes devem ser combatidos sim, mas lembrem que toda essa violencia so existe porque alguem compra o que eles vendem. E os compradores nao sao favelados nao. Sao gente que sabem muito bem o que fazem, tem profissoes liberais e estao bem de vida. Provavelmente estao agora critcando a violencia, dizendo que os criminosos deveriam ser eliminados ainda criancas, etc.. Os verdadeiros financiadores de tudo isso sao os usuarios de drogas.

    Curtir

  26. Jorge Luiz Teixeira

    É tão fácil resolver isso!
    Basta fechar o congresso e criar um regime de governo onde todos devem trabalhar !
    Se os bandidos começaram a incomodar ao governo, isso significa que tem muita gente sem fazer absolutamente nada, dentro das repartições públicas! Estão querendo mostrar serviço, apavorando ao trabalhador pagador de impostos ? QUE NÓIAS! Para que todo esse Diversionismo barato ?
    Bandido mesmo, não está nem aí para a sutuação degradante do povo, pensa apenas em “gente que tem” !
    A bandidagem sabe, que no dia que desafiar ao povo brasileiro para uma guerra, com certeza levará a pior, já pagamos IMPOSTOS DE GUERRA, sem estarmos numa guerra!
    Rapazes, contem outra, a crise moral dos 3 poderes da república é bem pior do que toda bandidagem pois, condenam ao retrocesso 200.000.000 de pessoas!
    Vê se pode !
    #Off topic
    Momento romântico da tv :
    Na era pré-cambriana inferior, robert cantava na tv seu playlist brega, Isso deixava os dinossauros mais ferozes ainda!
    Seres extraterrestres mandaram um asteróide para destruir toda aquela pantomina de fim de ano, na tv platinada paleolítica !
    KKKKKKKKKKKKK
    Me poupem !

    Curtir

  27. Luiz Umberto Fernandes

    Os últimos governos foram muito frouxos com bandido.
    A coisa vai chegar a tal despropósito que vão ter que recriar a Polícia Especial de Capturas como no período Vargas, para limpar o país de facções criminosas; Foi assim que o cangaço sumiu.

    Curtir

  28. Douglas Pierini

    Nada que um extermínio em massa não resolva por uns 10 anos

    Curtir