Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Funcionários devem rejeitar proposta

Em greve há dez dias, os trabalhadores dos Correios devem recusar a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que sugere o retorno ao trabalho. A informação é do representante da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Gonçalves de Almeida, adiantando a decisão que deverá ser ratificada em assembléia marcada para a tarde desta sexta-feira.

A proposta do TST foi apresentada nesta quinta pelo ministro Rider Nogueira de Brito, presidente da Corte. Prevê ainda suspensão da aplicação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários de 2008. Dessa forma, os carteiros deixariam de receber o valor linear de 260 reais, estabelecido pelo plano, e voltariam a receber, neste mês e em agosto, 30% de abono, como acontecia antes. A direção dos Correios aceitou a proposta. Os funcionários, porém, reivindicam a manutenção mensal do abono como adicional de periculosidade e um aumento no percentual da Participação nos Lucros e Resultados.