Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Crivella: saúde e segurança são prioridades

Quais problemas da cidade são mais urgentes e que medidas de curto prazo podem ser adotadas imediatamente para atacá-los?

Saúde e segurança. Saúde se resolve em parceria com o governo federal, permitindo a ampliação do Programa Saúde da Família (PSF), que hoje cobre apenas 5% da população do Rio. Pretendo elevar essa cobertura para 70% em quatro anos. Também é preciso investir na recuperação e modernização dos hospitais municipais. Dentro das possibilidades da prefeitura, a questão da segurança se enfrenta com a melhoria da iluminação pública, com a guarda municipal na porta das escolas, com a geração de emprego para os jovens que estão entrando no mercado de trabalho e com a promoção de esporte e cultura nas comunidades carentes.

Qual é a primeira medida que o (a) senhor(a) pretende anunciar assim que assumir o cargo?

A reestruturação da área de saúde com a ampliação do PSF, a reforma e compra de equipamentos para todos os hospitais municipais, a abertura dos postos de saúde 24 horas e abertura de concursos e implantação do plano de cargos e salários do pessoal da saúde.

Qual é o projeto que o (a) senhor(a) gostaria de ver implantado até o fim da sua gestão, mas admite que será muito difícil concretizá-lo?

Gostaria de ver o programa de despoluição da Baía de Guanabara totalmente concluído para que os cariocas voltem a usufruir de áreas de lazer como a praia de Ramos, as praias da Ilha do Governador, da ilha de Paquetá e as do Flamengo e Botafogo.

A Prefeitura tem verba suficiente para o (a) senhor(a) implementar seus projetos?

Sim. Os impostos arrecadados devem ser alocados prioritariamente nas áreas de saúde, educação e nos projetos socias. Quanto aos investimentos em infra-estrutura, serão complementados por recursos obtidos com a redução de despesas através de uma reestruturação administrativa, do combate implacável à corrupção com o fortalecimento da estrutura da Controladoria Geral e de incentivo às PPPs (Parcerias Público-privadas).

O Rio tem muitos problemas, mas também qualidades. O que o (a) senhor(a) considera o ponto forte da metrópole e como dar condições para que se desenvolva ainda mais?

A vocação econômica natural do Rio de Janeiro contemporâneo é o setor de serviços, particularmente nas atividades em torno do turismo, entretenimento, esportes e cultura. O Rio continua a ser o centro cultural do Brasil. Observamos que o acesso a estas atividades é muito limitado entre os menos favorecidos. A prefeitura vai investir em projetos de promoção cultural para essa população, promovendo festivais de música, fotografia, dança, pintura, literatura popular, cinema, teatro.

Quanto o (a) senhor(a) pretende gastar em sua campanha e como vai custeá-la?

O limite de gastos da minha campanha é de R$ 6.800.000 (seis milhões e oitocentos mil reais). Os recursos virão de doações de pessoas físicas e jurídicas que acreditam nas minhas propostas para o Rio.

O (a) senhor(a) costuma freqüentar as praias do Rio? Se sente seguro contra a ação de ladrões e tranqüilo quanto à qualidade da água?

Como bom carioca vou sempre a praia. Mas não me sinto seguro. Não vejo policiais nem guardas municipais nas ruas em quantidade suficiente para dar tranqüilidade à população. A qualidade da água é motivo de preocupação de todos os banhistas, faltam investimentos na área de saneamento básico das comunidades carentes.

Como a violência tem afetado sua rotina na cidade? Já evitou algum evento ou mudou algum caminho no trânsito por precaução? O que pretende implementar nessa área na sua gestão?

A prefeitura possui função importantíssima na liderança da coordenação de iniciativas e estratégias de prevenção e redução dos crimes e na manutenção da ordem urbana. É responsabilidade do prefeito manter a cidade limpa, o trânsito organizado, as ruas bem sinalizadas, os logradouros livres de mendigos e menores desocupados, as ruas e praças urbanizadas e bem iluminadas, o comércio ambulante controlado. Esse é o zelo pelo cumprimento das posturas municipais. Tenho planos de transformar a Guarda Municipal em Secretaria Municipal de Proteção à Cidadania, aumentar seu efetivo, estatizar seu quadro, ampliar a ronda escolar, instalar um sistema de câmeras nos ônibus, integrar o sistema de segurança municipal com o sistema de inteligência e controle de operações da segurança do Estado. Violência não se resolve com mais violência. Violência se resolve com inteligência, planejamento, integração das forças de segurança em todos os níveis, modernas técnicas de gestão e treinamento. Inúmeras missões executadas pela Polícia Militar em crimes de baixo potencial ofensivo, como brigas de vizinho ou reclamações por causa do som alto em condomínio, poderiam estar sendo executadas por Guardas Municipais. A PM ficaria mais livre para sua missão primordial de policiamento ostensivo.

O salário de prefeito do Rio é de pouco mais de R$ 11 mil, provavelmente menos do que o (a) senhor(a) receberia exercendo sua profissão na iniciativa privada, mas com muito mais cobranças. Por que o (a) senhor(a) quer ser prefeito do Rio?

Muito antes de entrar na vida pública, vivi dez anos na África como missionário. De volta ao Brasil, passei dois anos no interior da Bahia cuidando da implantação do projeto Nordeste (uma fazenda modelo, que funciona nos moldes dos kibutz e onde as crianças têm aula em período integral). Não só estruturei a fazenda como doei R$ 10 milhões para o projeto que obtive com os direitos autorais da venda de um CD de música gospel. O que me inspira é a vocação de servir e essa possibilidade é muito maior quando se exerce um mandato executivo.

A crise na área de saúde foi evidenciada com a epidemia de dengue no Rio. O que o (a) senhor(a) pretende fazer para equipar hospitais e postos municipais?

Somente equipar hospitais e postos de saúde não resolve o problema da saúde. Para que os cariocas tenham uma assistência médica adequada é preciso unir esforços e implementar uma forte parceria com o governo federal e estadual. Para tanto é urgente a ampliação e aperfeiçoamento na cidade do Programa Saúde da Família. Neste programa a população é vinculada ao posto de saúde próximo ao local onde mora, com atendimento de profissionais das diversas áreas de clínica médica, odontológica, pscologia e serviço social. Esta é a forma indicada para a entrada do usuário na rede de serviços de saúde.

O que é preciso para que o Rio possa ser – de fato – uma cidade maravilhosa para se morar?

Precisamos melhorar a qualidade de vida da população menos favorecida investindo em saúde, segurança, educação, habitação e transportes. Ampliar os programas de conscientização social e ambiental. Fortalecer os setores de turismo, entretenimento, cultura, esportes e lazer, gerando emprego e renda com o objetivo de diminuir as desigualdades.

Descreva como o (a) senhor(a) acha que será o Rio de 2028.

O legado que deixaremos para a geração futura começa a ser construído agora. Temos a responsabilidade de planejar e executar ações de combate à pobreza e à desigualdade social para que venhamos a ter nas próximas décadas uma cidade mais justa, segura e com desenvolvimento sustentável.

Como o (a) senhor(a) gostaria de ser lembrado pelas futuras gerações de cariocas?

Como o prefeito que combateu e venceu as injustiças sociais.