Confluência de crises derruba visitas de autoridades ao Brasil

VEJA desta semana apresenta levantamento das viagens de chefes de Estado e governo e explica os fatores que contribuíram para a queda nas visitas

As crises política, institucional e econômica que dominam o cenário brasileiro tiveram impacto no número de altas autoridades estrangeiras que visitam o país. Levantamento feito por VEJA com dados do Ministério das Relações Exteriores e da agenda do presidente Michel Temer revela que as viagens oficiais da cúpula de outros governos caíram desde o ano passado.

Alguns fatores podem explicar esse menor interesse pelo país, como a incerteza sobre quem estará à frente do Executivo no médio prazo, a queda na relevância da economia da região e a necessidade de os presidentes brasileiros focarem seus esforços no panorama doméstico — e não no internacional.

A reportagem de VEJA ainda mostra a série de tropeços ocorridos na viagem do presidente Temer à Rússia e à Noruega.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.