Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bahia terá programa de prevenção ao consumo de drogas

Por Tiago Décimo

Salvador – O governo da Bahia lança amanhã um programa de prevenção e enfrentamento ao comércio e ao consumo de drogas no Estado. Chamado de Plano Viver sem Drogas, o programa prevê investimentos de R$ 42 milhões nos 11 maiores municípios do Estado. Coordenado pela Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do governo do Estado, o plano prevê a realização de 14 projetos, em áreas como prevenção ao consumo de drogas, acolhimento e tratamento de dependentes e apoio familiar.

Entre os projetos, está previsto o aumento no número de Centros de Atendimento Psicossociais (Caps) de 16 para 24, a preparação da rede estadual do Sistema Único de Saúde (SUS) para o atendimento, com leitos especiais, a capacitação de conselheiros tutelares e a adoção de ações de reinserção de tratados na sociedade. As unidades do Caps também passarão a receber incentivo financeiro do Estado, de entre R$ 50 mil e R$ 70 mil mensais.

Além disso, instituições que já realizam tratamento de dependentes químicos no Estado serão mapeadas para prestar apoio operacional durante o programa. Projetos dessas instituições podem receber financiamentos do governo baiano. O plano teve início com uma campanha publicitária veiculada desde a semana passada no Estado. Com os lemas “escolha viver sem drogas” e “crack, é possível vencer”, atletas, músicos e personalidades baianas aparecem em peças como “viciado em vencer”, “dependente de música” e “usuária de dendê”, entre outros.

De acordo com o governador Jaques Wagner, o tráfico de drogas responde pela maioria dos homicídios na Bahia, além de causar diversos problemas sociais. No informe semanal Conversa com o Governador desta semana, divulgado hoje, Wagner disse que o plano tem, como principais objetivos, “proteger a juventude e combater aqueles que querem viver do tráfico e da marginalidade”.