Alpinista de 86 anos morre ao tentar bater recorde no Everest

Min Bahadur Sherchan tinha estado no topo do Monte Everest em 2008, aos 76 anos de idade

Ao tentar se tornar o mais velho a escalar o Monte Everest, um nepalês de 86 anos morreu no acampamento-base no sábado 6, de acordo com informações de um guia de caminhadas.

Min Bahadur Sherchan estava a caminho da cúpula do Everest a 8.850 metros para reivindicar o recorde, detido atualmente pelo japonês Yuichiro Miura, de 80 anos, que subiu em 2013.

“Aparentemente, Sherchan morreu em decorrência de um ataque cardíaco”, disse Ang Tshering Sherpa, chefe da associação de montanhismo do Nepal.  O funcionário do Departamento de Turismo Dinesh Bhattarai confirmou a morte, mas não podia dar detalhes, citando má comunicação com o campo base.

Nascido em junho de 1931 no distrito de Myagdi, no oeste do Nepal, Sherchan tinha estado no topo do Monte Everest em 2008, aos 76 anos de idade, atingindo, então, o recorde de alpinista mais velho a subir ao topo do Everest. Cinco anos mais tarde, Yuichiro Miura, o montanhês japonês, arrebatou o título de mais velho Everest summiteer , aos 80 anos.

O Nepal não permite escaladores com menos de 16 anos subir o Everest, mas não fixa uma idade limite superior.

Min foi o segundo a morrer no local neste mês, uma semana depois do famoso escalador suíço Ueli Steck, um dos alpinistas mais importantes do mundo, que caiu perto do segundo acampamento do Everest.

O Nepal liberou 371 montanhistas para escalar o Monte Everest durante a atual temporada, que termina neste mês; número recorde depois de anos de crise no setor devido ao terremoto que atingiu o país em 2015 e a avalanche que, um ano antes, matou 16 montanhistas.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Strudel Von Harley

    E conseguiu bater o record de homem mais idoso que morreu tentando escalar o Monte Everest… Parabéns!

    Curtir