Martinho da Vila na faculdade: ‘Queria ficar mais gabaritado’

No quinto período de Relações Internacionais, sambista diz que quer se preparar para cargo maior na CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa)

É sem alarde – ou devagar, devagarinho – que Martinho da Vila, 79, vem cursando Relações Internacionais em uma faculdade paga do Rio de Janeiro. Os que desconheciam a empreitada acadêmica do sambista, iniciada em 2015, ficaram admirados ao vê-lo dentro de sala de aula, em uma foto tirada por um colega e postada na internet, nesta semana. Martinho, mesmo, não mostra qualquer espanto. A incursão universitária, que pode levá-lo a um cargo mais alto na CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), da qual é embaixador da boa vontade, é feita em ritmo moderado.

“Passei no vestibular e escrevi à direção da Estácio de Sá, pedindo para ser aluno especial, aquele que faz o curso para adquirir conhecimento, não para formação profissional. Eu estudo as matérias que mais me interessam, não preciso fazer provas. Estatística, por exemplo, eu não vou fazer”, conta o cantor, citando uma matéria longe de sua predileção.

O sambista também refuta comparações com um de seus hits, O Pequeno Burguês (aquele dos versos “Felicidade, passei no vestibular / Mas a faculdade é particular”), que seus colegas parecem desconhecer. “São meninos de 20 anos, que tinham 18 quando entrei. Eles me veem com naturalidade, me veem como igual a todo mundo.”

Segundo Martinho, que enfrenta pela primeira vez a vida de estudante universitário, a experiência é motivada por seu envolvimento com a CPLP. “Sou embaixador da boa vontade, então, quis adquirir conhecimento. Queria ficar mais gabaritado para a função. Se tiver a possibilidade de ser ministro ou secretário-geral da instituição, eu estarei mais preparado”, conta, embora negue ter um plano de carreira em mente. “Meu projeto de vida é cantar e fazer shows. Mas devagarinho dá para fazer muitas coisas. Hoje faço quatro matérias por semestre.”

Entre as atividades do embaixador, está a de fazer palestras ou a de simplesmente representar a CPLP pela fama que possui. No próximo dia 21, Martinho da Vila vai ministrar uma aula-magna na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Entre as atividades dos alunos, está a de estender o convívio da classe para o café ou bar mais próximo. “Já fui algumas vezes, mas a aula termina muito cedo, às 11h30, ainda não estou no clima de bar.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. PAUNOMOLUSCO

    Estudar é sempre bom! Ótimo exemplo!!

    Curtir

  2. Petista safado, vá estudar mesmo pra aprender a não apoiar bandido para presidente.

    Curtir